Suspeito de aplicar golpes na internet é condenado a mais de seis anos de prisão

Segundo o Ministério Público, Jeferson Rodrigues Borges aplicou 22 golpes e estava com mais 36 em andamento quando foi preso. Ele também foi condenado por corrupção de menores. Equipamentos encontrados na casa do suspeito
Polícia Civil/Divulgação
A Justiça condenou Jeferson Rodrigues Borges a seis anos e nove meses de prisão por golpes que teriam sido aplicados na internet. Segundo o Ministério Público Estadual, ele é o líder de uma quadrilha de estelionatários que fez compras online utilizado dados de outras pessoas e depois revendeu os produtos por valores abaixo do mercado.
Borges foi preso em setembro de 2017 em uma operação da Polícia Civil. A suspeita é de que ele tenha fraudado pelo menos R$ 20 mil.
Entre os produtos adquiridos pelo grupo estão celulares, notebooks, acessórios, videogames, joias, roupas e outros eletrônicos. Um adolecente teria ajudado a quadrilha com os endereços onde as encomentas eram entregues e por isso Borges também foi condenado por corrupção de menores.
Além dos 22 golpes bem sucedidos, outros 36 estavam em andamento quando o acusado foi preso. As empresas foram avisadas a tempo e as compras extornadas antes que gerassem maiores prejuízos para as vítimas.
Como Borges é reincidente no crime, ele vai cumprir a pena em regime fechado. Ainda cabe recurso, mas ele terá que aguardar a nova decisão da Justiça na cadeia.
O G1 entrou em contato com a defesa do acusado e aguarda um posicionamento sobre o caso.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Leia a notícia completa em G1 Suspeito de aplicar golpes na internet é condenado a mais de seis anos de prisão

O que você pensa sobre isso?