Salgueiro define samba-enredo para o Carnaval



RIO – Na noite desta quinta-feira a G.R.E.S Acadêmicos do Salgueiro escolheu o samba-enredo que levará para a Marquês de Sapucaí em 2019. Com a quadra lotada, a escola relembrou os sambas que fizeram história na passarela do samba. No ano que vem, a vermelho e branco da Tijuca levará para a Sapucaí um enredo sobre Xangô, de autoria do carnavalesco Alex de Souza.O samba campeão é de autoria de Demá Chagas, Marcelo Mota, Renato Galante, Fred Camacho, Leonardo Gallo, Getúlio Coelho e Vanderlei Sena.A escola realiza no próximo dia 28 eleições para nova diretoria. Em maio deste ano a 25ª Câmara Cível do Rio impugnou a chapa vencedora da eleição presidencial do Salgueiro, liderada pela atual presidente Regina Celi. Porém, segundo integrante da escola, os preparos para o Carnaval do próximo ano seguem sem problemas, com expectativa de um bom resultado.DEFINIÇÕES DOS SAMBASNo início do mês, Beija-Flor, Portela, Viradouro e União da Ilha já haviam escolhido seus samba-enredos. A azul e branco de Nilópolis vai contar a história dos seus 70 anos de carnaval. Já a escola de Madureira homenageará a cantora Clara Nunes, enquanto a agremiação da Ilha do Governador fala sobre o Ceará. De volta ao Grupo Especial, a vermelha e brando de Niterói conta Paulo Barros no retorno a elite do samba e promete enfeitiçar o público com o enredo “Viraviradouro!”, sobre seres e poderes extraordinários, histórias incríveis que apaixonam a humanidade.No final de setembro a Mocidade e Vila Isabel também já haviam realizado as escolhas no final de setembro. Grande Rio, Paraíso do Tuiuti, São Clemente e o Império Serrano encomendaram seus samba-enredos já divulgados.FALTAM TRÊSUnidos da Tijuca e Mangueira escolhem seus samba-enredos neste sábado. Enquanto a Imperatriz tem marcada a definição para quarta-feira, dia 17.CONFIRA A LETRA DO SAMBA CAMPEÃO NO SALGUEIRO:Vai trovejar!!!Abram caminhos pro grande ObáÉ força, é poder, o Aláàfin de Oyó“Oba Ko so!” ao Rei MaiorÉ pedra quando a justiça pesaO Alujá carrega a fúria do tamborNo vento a sedução (Oyá)O verdadeiro amor (Oraiêiêô)E no sacrifício de Obà (Oba xi Obà)Lá vem Salgueiro!Mora na pedreira, o dono da terraVem de Aruanda pra vencer a guerraEis o justiceiro da Nação NagôSamba corre gira, gira pra XangôRito sagrado, ariaxéNa igreja ou no candombléA benção, meu Orixá!
Leia a notícia completa em O Globo Salgueiro define samba-enredo para o Carnaval

O que você pensa sobre isso?