Rosa Weber dá 30 dias para União se manifestar sobre fronteira de Roraima

74953100_BRASIL - Roraima - RR - PA - 16-02-2018 - PA - Imigrantes venezuelanos em Roraima - O dr.jpg

BRASÍLIA – Relatora da ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para que a fronteira do Brasil com a Venezuela seja fechada por um prazo determinado, a ministra Rosa Weber, deu prazo de 30 dias para que a União e o estado de Roraima se manifestem se há interesse que a questão seja tratada pela Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal – CCAF, “para tentativa de composição amigável do litígio”. Venezuela 17/4

LEIA: Temer diz que fechar fronteiras a venezuelanos é ‘incogitável’

LEIA: Governo de Roraima pede ao STF para fechar fronteira com a Venezuela e impedir entrada de imigrantes

Na ação, a governadora de Roraima, Suely Campos (PP), argumenta que a crise no país vizinho provocou “uma verdadeira explosão no fluxo migratório”. Segundo a prefeitura de Boa Vista, 40 mil venezuelanos moram na capital e já representam mais de 10% da população da cidade, que hoje é de 330 mil pessoas. A Polícia Federal calcula que cerca de 800 imigrantes cruzam diariamente a fronteira entre o Brasil e a Venezuela, em busca de melhores condições de vida.

A ação pede ainda recursos adicionais para suprir os custos especialmente de saúde e educação com os imigrantes. O governo do estado também associa a imigração em massa de venezuelanos ao aumento da violência e a problemas de saúde pública.


Leia a notícia completa em O Globo Rosa Weber dá 30 dias para União se manifestar sobre fronteira de Roraima

O que você pensa sobre isso?