Polícia faz buscas por garotas que sumiram em intervalo de um dia em SP

Yasmim Pereira e Giovanna dos Santos, ambas de 13 anos, estão desaparecidas desde o início da semana, em Guarujá (SP). Adolescentes estão desaparecidas desde o início da semana, em Guarujá (SP)
Reprodução/Arquivo Pessoal
Duas adolescentes de Guarujá, no litoral de São Paulo, desapareceram em um intervalo de 24 horas. O caso tem intrigado familiares e autoridades, já que Yasmin Pereira e Giovanna dos Santos, ambas de 13 anos, eram colegas de escola. Um boletim de ocorrência foi registrado e, segundo apurado pelo G1, a polícia faz buscas, na manhã deste sábado (13), para tentar localizá-las.
A mobilização começou na última quarta-feira (10). Segundo o padrasto de Giovanna, Nildo Correa, a enteada havia avisado que iria para a escola na segunda-feira (7) e, desde então, não foi mais vista. Além disso, nenhum tipo de contato ou pista efetiva do paradeiro da jovem foi obtido. “Não sabemos o que aconteceu. A família toda está fazendo buscas”, diz.
Logo após a divulgação do desaparecimento de Giovanna, informações do possível paradeiro da jovem começaram a surgir nas redes sociais e, também, por telefone.. “Disseram que a viram na Vila Edna e Morrinhos, junto da amiga que sumiu logo depois. Mas não sabemos até que ponto as informações são verdadeiras”, explica.
Já o pai de Yasmim, Roberto Pereira, de 39 anos, disse ao G1 que a menina desapareceu na terça-feira (8), um dia depois da colega. Em casa, ela deixou um bilhete, dizendo que iria dormir na casa da mãe, em São Vicente, o que, segundo Pereira, representa uma situação inusitada, já que ele não tem mais contato com a mãe da garota.
Desaparecimento foi registrado na Delegacia Sede de Guarujá (SP)
Guilherme Lúcio / G1
“Depois desse dia não a vi mais nem consegui notícias. Nós não discutimos, não brigamos, e estava tudo bem. Estranhei o bilhete quando ela disse que a mãe dela havia conversado comigo sobre a ida dela. Só que não converso com a mãe dela há anos”, relata.
“Alguns dizem locais onde elas foram vistas mas, quando chego, não estão mais”, explica. Para Pereira, o sumiço pode ter relação com a influência de alguém. “Ela pode estar com receio, mas não farei nada com ela. Quero que ela volte”, diz.
Um boletim de ocorrência de desaparecimento das jovens foi registrado na Delegacia Sede. Agora, equipes da Polícia Civil farão diligências pelas áreas onde elas possivelmente teriam sido vistas na tentativa de reencontrá-las. Até a manhã deste sábado, as duas continuavam desaparecidas.
Leia a notícia completa em G1 Polícia faz buscas por garotas que sumiram em intervalo de um dia em SP

O que você pensa sobre isso?