Pai do bebê achado vivo ao lado do corpo da mãe é suspeito de matar a mulher por não aceitar fim do casamento


Shirley da Silva foi encontrada morta dentro de casa, em Luziânia, após o ex-marido ligar para a polícia dizendo que ela tinha se matado. Homem não foi localizado. Shirley Souza, de 38 anos, é encontrada morta dentro da casa em que morava, em Luziânia
Reprodução/Facebook
Suspeito de matar a ex-mulher dentro de casa, Marcos Sérgio Ferreira da Silva, de 34 anos, não aceitava o fim do casamento com a bordadeira Shirley Souza, segundo o relato de vizinhos à Polícia Civil. Para os investigadores, este pode ser o motivo do crime. O filho do casal, de 1 ano e 2 meses de vida, foi achado sozinho, ao lado do corpo da mãe, em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal.
O G1 não conseguiu localizou a defesa de Marcos Sérgio até a publicação desta reportagem. Os policiais também fazem buscas pelo suspeito.
O crime aconteceu na manhã de quinta-feira (11). Policiais chegaram até a casa, onde ela morava com o filho, após uma ligação do ex-marido, que trabalhava como auxiliar de serviços gerais em uma fazenda.
“O companheiro dela que, em tese, foi quem acionou a polícia falando que ela teria se matado”, contou o delegado Maurício Passerini, que apura o caso.
De acordo com o investigador, Shirley morreu após sofrer um corte profundo no pescoço e que a possibilidade de suicídio está descartada. A faca ainda não foi localizada.
Uma parente da vítima, que não quis ser identificada, disse à TV Anhanguera que o casal tinha um relacionamento conturbado. Após o crime, ela tentou contato com o marido de Shirley várias vezes por mensagem, mas ele respondeu apenas que ia se matar.
Indignada com o que aconteceu, a parente da bordadeira cobra a prisão de Marcos Sérgio. “Isso não se faz, quero justiça”, afirmou.
O corpo de Shirley foi velado e enterrado em João Pinheiro, Minas Gerais. Passerini informou que o bebê está sob os cuidados da avó materna.
Shirley tinha mais dois filhos de outro relacionamento, sendo uma jovem de 21 anos e um adolescente, de 16. Eles não moravam com a mãe.
Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
Leia a notícia completa em G1 Pai do bebê achado vivo ao lado do corpo da mãe é suspeito de matar a mulher por não aceitar fim do casamento

O que você pensa sobre isso?