No rádio e na TV, Doria e França se posicionam e se atacam

SÃO PAULO – Na estreia das propagandas de rádio e TV dos candidatos ao governo de São Paulo, João Doria (PSDB) e Marcio França (PSB) se posicionaram em relação ao segundo turno da eleição presidencial e fizeram ataques um ao outro. Como ficou na frente na votação do primeiro turno, Doria abriu o bloco nos dois horários em que a propaganda radiofônica foi ao ar, às 7h10 e às 12h10. O candidato tucano também começou na frente na única inserção televisiva até o momento, às 13h10 – o segundo bloco vai ao ar às 20h40. Eleições SPTanto no rádio quanto na TV, Doria declarou apoio a Jair Bolsonaro (PSL) na disputa presidencial. Nos dois programas, o candidato do PSDB atacou seu adversário nominalmente e tentou ligá-lo ao candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, e a outros setores da esquerda. E falou também que ficou claro a razão pela qual resolveu abandonar a Prefeitura de São Paulo para se candidatar ao governo do estado. Em ambos os programas, França agradeceu o apoio dos eleitores que o levaram ao segundo turno e disse que “o povo não quer mais nem PT, nem PSDB, quer mudança”. O candidato do PSB também apresentou o apoio de Paulo Skaf, candidato do MDB derrotado no primeiro turno, que fez uma breve fala. Sem mencionar o adversário, ele disse que “tem palavra” e que “não vale mentir, trair os amigos, dar a palavra e voltar atrás”. A fala é uma referência ao tucano ter deixado o cargo de prefeito de São Paulo.
Leia a notícia completa em O Globo No rádio e na TV, Doria e França se posicionam e se atacam

O que você pensa sobre isso?