Exército de Israel mata 7 palestinos em protestos

JERUSALÉM – Forças israelenses mataram sete palestinos nesta sexta-feira em protestos ao longo da fronteira da Faixa de Gaza, disseram agentes de saúde do território. Israel informou que suas tropas atiraram contra um grupo que havia ultrapassado uma cerca com uma bomba e atacado um posto do Exército.As mortes dos palestinos elevam para cerca de 200 o número de moradores de Gaza mortos desde que protestos na fronteira começaram em 30 de março, de acordo com dados do Ministério da Saúde palestino. Médicos de Gaza disseram que, além dos sete mortos, cerca de outros 140 ficaram feridos. isra 7O Exército israelense informou que os manifestantes, estimados em cerca de 15 mil, estavam “atirando pedras, aparatos explosivos, bombas incendiárias e granadas” contra tropas israelenses e contra a cerca. Os protestos exigem o fim do bloqueio conjunto de Egito e Israel a Gaza — onde moram cerca de dois milhões de pessoas — e o direito de retorno às terras de onde os palestinos fugiram ou foram expulsos na criação de israel em 1948. Por sua vez, o ministro israelense da Defesa, Avigdor Lieberman, decretou o encerramento imediato das entregas de combustível a Gaza, em razão da violência e dos protestos contra Israel. Tomada após a ONU obter um acordo — que entrou em vigor esta semana — para fornecer combustível ao enclave destinado à geração de energia, a decisão deve piorar as condições de vida no enclave. Atualmente, os habitantes de Gaza têm apenas quatro horas de energia elétrica por dia.A Faixa de Gaza foi palco de três guerras desde 2008 entre Israel e o Hamas, e cerca de 80% de seus dois milhões de habitantes precisam de ajuda humanitária, segundo a agência da ONU para os refugiados palestinos (UNRWA).
Leia a notícia completa em O Globo Exército de Israel mata 7 palestinos em protestos

O que você pensa sobre isso?