Encontro LGBT discute aumento da violência contra jovens no Amapá


Evento foi realizado nesta sexta-feira (12), na Praça Floriano Peixoto. ‘Encontro LGBT pela democracia’ reuniu jovens para falar sobre violência em Macapá
Jorge Abreu/G1
Ser alvo de violência por causa da orientação sexual. Essa foi a pauta do “Encontro LGBT pela democracia” voltado para juventude promovido nesta sexta-feira (12), na Praça Floriano Peixoto, no Centro de Macapá.
De acordo com o coordenador do encontro, Renan Almeida, a União Nacional LGBT no Amapá recebeu relatos de casos de agressões físicas e ameaças. Ele destaca que, desde domingo (7), seis jovens foram alvos de violência motivados por homofobia.
“Vamos coletar os relatos das vítimas e mostrar para o poder público que está acontecendo um ciclo de violência contra a juventude LGBT. Isso é fruto da campanha e discurso do ódio, propagados na sociedade, e da polarização política que o Brasil vem vivendo”, destacou.
Renan Almeida, coordenador do evento
Jorge Abreu/G1
Participaram do evento representantes do Ministério Público Estadual (MPE), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AP) e Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp). A proposta é criar um sistema de defesa para gays, lésbicas, bissexuais e trans.
Almeida destaca que as vítimas de crimes motivados deixam de registrar ocorrência por medo e descaso do poder público. Ele destaca que os resultados buscam mudar essa realidade e incentivar a denúncia formal.
“Essa foi a forma que nós encontramos para criar um sistema de rede de defesa para essa juventude, porque o estado ainda não está pronto para receber esse tipo de situação e problema de segurança pública”, finalizou Almeida.
Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
Leia a notícia completa em G1 Encontro LGBT discute aumento da violência contra jovens no Amapá

O que você pensa sobre isso?