Copa serve de teste para novo padrão de transmissão de TV

RIO – Enquanto a bola rolava na Copa do Mundo da Rússia, um time de engenheiros e técnicos entrou em campo no Brasil para testar novas tecnologias de transmissão candidatas a sucessoras do padrão digital, cuja implantação deve ser finalizada nos próximos anos. A experiência foi tocada pela TV Globo, em parceria com o Museu do Amanhã, onde jogos selecionados foram transmitidos em 4K e 8K. Os resultados, apresentados nesta sexta-feira a um grupo de especialistas no museu, devem ajudar a traçar o futuro do setor no país.As transmissões começaram no dia 1º de julho, nas oitavas de final. Cinco delas foram exibidas em 8K, o sucessor do 4K, com mais definição. Toda a experiência utilizou um padrão de transmissão chamado ATSC 3.0, já adotado nos Estados Unidos. A tecnologia tem como vantagem a capacidade de entregar um áudio mais imersivo, além de ter mais possibilidades de interatividade.Para Raymundo Barros, diretor de tecnologia da TV Globo, o momento é ideal para começar a testar novas tecnologias, embora o país ainda esteja completando a transição para a TV digital. Mas destacou que ainda não há previsão para a implantação em larga escala.— Em algum momento, no futuro, tempo esse que a gente não sabe, haverá a substituição do nosso padrão atual. A comunidade de tecnologia e televisão no Brasil precisa estar preparada para contribuir com o processo de escolha do novo padrão — afirmou o executivo, após a apresentação no museu.O projeto também teve apoio da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET). Para Liliana Nakonechnyj, presidente da entidade, é importante levar em consideração que a tecnologia usada tem evoluído mais rapidamente que no passado.— Os engenheiros começaram a pensar nisso em 1994. Em 1998, estava fazendo demonstração da tecnologia. Só começou em 2007 e só está de vento em popa em 2017, 2018. Ou seja, entre começar a pensar e implantar, se passaram 20 anos. Houve necessidade de planejamento, de estudo. Hoje, não deve se passar mais 20 anos. As coisas andam cada vez mais rápido — observou a especialista.As próximas exibições no museu estão marcadas para este fim de semana. Neste sábado, a disputa pelo terceiro lugar entre Bélgica e Inglaterra será transmitida em 4K. A grande final, entre França e Croácia no domingo, será em 8K, no auditório que tem lotação de cerca de 400 lugares. A última transmissão também marca o encerramento da exposição “No Campo da Inovação”. realização da TV Globo, SporTV, Globoesporte.com e Museu do Amanhã, que conta a história das Copas exibidas na TV, da década de 1960 aos dias atuais. Inaugurada no dia 14 de junho, a exposição já recebeu 40 mil visitantes.
Leia a notícia completa em O Globo Copa serve de teste para novo padrão de transmissão de TV

O que você pensa sobre isso?