Bebê que nasceu após mãe ser morta permanece em estado grave; suspeito se entregou

dandara.jpg

RIO — O filho de Dandara Helena Damasceno de Souza, de 21 anos, morta a tiro em casa, na Vila Vintém, em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio, permanece internado em estado grave. O menino está na UTI neonatal do Hospital municipal Albert Shweitzer, em Realengo, também na Zona Oeste, e respira por aparelhos.

Suspeito do crime, Renato Luciano Brasil dos Santos, de 18 anos, se entregou na Delegacia de Homicídios (DH) da Capital, na tarde desta terça-feira. Ele era namorado da jovem, de acordo com os investigadores.

Grávida de seis meses, Dandara foi atingida por um disparo no rosto. Ela ainda foi socorrida para o Albert Schweitzer, mas chegou morta à unidade. Os médicos, então, decidiram fazer uma cesariana de emergência.


Leia a notícia completa em O Globo Bebê que nasceu após mãe ser morta permanece em estado grave; suspeito se entregou

O que você pensa sobre isso?