Bebê de seis meses é arremessado a 10 metros de distância em batida na Segunda Ponte, no ES

Segundo a PRF, o veículo onde a criança estava fez um retorno proibido antes de ser atingido. As vítimas foram levadas para hospitais na região. Um bebê de seis meses foi arremessado a uma distância de 10 metros após o carro onde estava bater em outro, em cima da Segunda Ponte, na Grande Vitória, na manhã deste sábado (13). A mãe da criança também foi jogada para fora com o impacto e ficou ferida.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo onde a família estava fez um retorno proibido antes de ser atingido. As vítimas foram levadas para hospitais na região. O trânsito chegou a ficar interditado no sentido Cariacica, mas já foi liberado.
Carro vermelho onde estavam mãe e filha, na Segunda Ponte
Oliveira Alves/TV Gazeta
Segundo a PRF, o carro vermelho estava seguindo no sentido Centro de Vitória quando tentou retornar em cima da Segunda Ponte por uma passagem que é permitida apenas para ambulâncias, viaturas e outros veículos oficiais. Nesse momento, foi atingido por um automóvel preto, que seguia no sentido Cariacica.
“O motorista fez um retorno em um lugar somente para situações de emergência, para carros de veículos oficiais. Inclusive nesse local existia uma corrente, impedindo que as pessoas passassem, mas provavelmente se deteriorou com o tempo e não foi recolocada. Mas é um local que realmente não precisaria de sinalização, pois não é uma passagem de retorno”, explicou o policial Aristides.
No carro vermelho ainda estava um casal, que não foi arremessado para fora, mas também ficou ferido. Os dois também foram levados para um hospital.
Quem dirigia o carro preto era o bombeiro Higor Parvan, que disse que não teve como conter a batida.
Carro preto era dirigido por bombeiro, que disse que não teve como conter o acidente
Oliveira Alves/TV Gazeta
“A pista estava livre e de repente o carro parou na minha frente, de lado, não tinham para onde ir. Na hora que eu vi, tinha uma mulher e um bebê no chão, eu peguei o bebê no colo e entreguei pra mãe, então fui ligar por socorro”, contou.
A suspeita da PRF é de que o bebê estava fora da cadeirinha de proteção, obrigatória para crianças, pois foi arremessada por 10 metros. A mãe também estaria sem cinto de segurança.
A criança foi levada para o Hospital Infantil de Vitória e a mãe para o Hospital São Lucas, também na capital. Ainda não há informações sobre o estado de saúde delas.
Leia a notícia completa em G1 Bebê de seis meses é arremessado a 10 metros de distância em batida na Segunda Ponte, no ES

O que você pensa sobre isso?