Alpinistas morrem no Himalaia após forte tempestade de neve



Acampamento no monte Gurja foi devastado pela tormenta; 9 morreram Ao menos nove alpinistas morreram no monte Gurja, no pico do Himalaia, no Nepal, depois que o acampamento do grupo foi devastado por uma violenta tempestade de neve neste sábado (13).
“Oito pessoas, entre elas membros de uma expedição sul-coreana, morreram no oeste do Nepal, aparentemente devido a uma tempestade de neve”, informou o porta-voz de polícia Sailesh Thapa.
O grupo era composto por cinco alpinistas sul-coreanos e quatro alpinistas e carregadores nepaleses.
O Ministério de Turismo oficial de Rameshwar Niraula informou que a tempestade atingiu o grupo no acampamento base do Monte Gurja, uma montanha de 7.913 metros. O acampamento foi destruído.
Wangchu Sherpa, chefe da agência Trekking Camp, no Nepal, que forneceu apoio local à equipe sul-coreana, disse que “o acampamento foi devastado”.
Os nomes dos alpinistas não foram divulgados.
A área fica a cerca de 216 km (130 milhas) a noroeste de Katmandu, na região onde se localiza a sétima montanha mais alta do mundo, Dhaulagiri.
Os corpos não foram retirados do local porque um helicóptero de resgate enviado à região não encontrou local para pousar.
“A operação de resgate continua e estamos tentando encontrar detalhes”, disse Wangchu Sherpa.
No Nepal estão oito das 14 montanhas mais altas do mundo, incluindo o Monte Everest. A temporada de escalada no outono agora está no auge. A renda de alpinistas estrangeiros é uma importante fonte de receita para o país.
Leia a notícia completa em G1 Alpinistas morrem no Himalaia após forte tempestade de neve

O que você pensa sobre isso?