Abelhas atacam pelo menos 58 pessoas, incluindo 26 crianças, durante missa, em MG


RIO — Um enxame de abelhas atacou pelo menos 58 pessoas, incluindo 26 crianças, durante uma missa numa escola em Ipatinga, no interior de Minas Gerais, na noite desta sexta-feira. Segundo o prefeito Nardyello Rocha, o padre também ficou entre as vítimas. A celebração de Nossa Senhora Aparecida, que coincide com o Dia das Crianças, foi adiada para este domingo. Os fiéis picados pelos insetos passam bem.A Secretaria Municipal de Saúde de Ipatinga informou que 32 adultos foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde receberam atendimento médico. Deste grupo, dois pacientes ficaram por mais tempo em observação, de acordo com a Prefeitura. As crianças atingidas pelas abelhas foram levadas para o Hospital Municipal, onde 10 ficaram internadas recebendo atendimento pediátrico, e o restante recebeu alta médica.O número de vítimas pode ultrapassar 58 porque outras pessoas do incidente, ocorrido na Escola Estadual Elza Oliveira Lage, na Chácaras Madalena, preferiram dar entrada em hospitais particulares.O padre Elinei Gomes, pároco da Paróquia de São Pedro, no bairro de Limoeiro, disse que havia cerca de 500 pessoas na quadra da escola para assistir a missa. Ele explicou que após celebrar o dia de Nossa Senhora Aparecida, os fiéis comemorariam o Dia das Crianças com vários quitutes para agradar os pequenos, com direito a algodão doce, pipoca e cachorro quente. O sacerdote afirmou que havia cerca de 150 crianças naquela missa.— Foi um tremendo susto. No início, não vi o que era. Com o som ligado, começando a missa, num dia de muito calor, pensei que alguém tinha passado mal — contou o padre. — Depois que vi que eram abelhas.O clérigo acredita que o incenso colocado em um recipiente no início da missa tenha agitado as abelhas que estariam dentro de tubos na quadra da escola.— Elas começaram a atacar. Houve muitos gritos e correria. Cerca de 50 pessoas foram para hospitais, mas acredito que todos já tinham sido liberados e estejam bem. Só uma pessoa ainda não me respondeu. Foi mais um susto mesmo. Graças a Deus o mal maior não teve — contou. — Eu também fui medicado, e tanto eu quanto a paróquia demos assistência para as pessoas. Passei em vários hospitais para ver principalmente os idosos e as crianças.Para não deixar a celebração passar em branco, a missa que aconteceria nesta sexta-feira será realizada às 18h deste domingo, nas dependências da própria igreja em Limoeiro. A festa para as crianças também foi remarcada para este dia.Em nota, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou que será programado a retirada das abelhas juntamente com a direção da escola. Os militares, com a vestimenta de apicultor e usando um fumigador, conseguiram fazer com que as abelhas voltassem para a colmeia.O prefeito Nardyello Rocha publicou um vídeo em seu perfil do Facebook com o objetivo de tranquilizar a população.”Estamos envolvidos em toda a assistência às famílias atingidas pelo enxame de abelha”, escreveu no post.De acordo com Rocha, a maior parte das vítimas do ataque de abelhas sentiu náuseas. O prefeito afirmou ainda que equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros foram acionadas e ficaram de prontidão para atender as pessoas atingidas.”Quero tranquilizar as famílias porque não estou neste momento na cidade de Ipatinga, mas estou acompanhando tudo. E nós monitoramos e nos preparamos para receber todas as pessoas que foram vítimas. Montamos um esquema especial na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA)”, afirmou, frisando que as crianças foram ao Hospital Municipal para serem atendidas por pediatras.
Leia a notícia completa em O Globo Abelhas atacam pelo menos 58 pessoas, incluindo 26 crianças, durante missa, em MG

O que você pensa sobre isso?