Witzel pede a deputados que mantenham veto a projeto que proíbe venda da Cedae


RIO – O governador eleito Wilson Witzel fez um apelo para que os deputados mantenham o veto do governador Luiz Fernando Pezão, ao projeto que proíbe a venda da Cedae, como garantidora do empréstimo para recuperação fiscal do estado. Apesar do pedido, Witzel se comprometeu a não vender a empresa. Em entrevista coletiva realizada nesta manhã, o governador eleito do Rio disse que teme que a derrubada do veto e aprovação da lei impedindo a venda da empresa, possa causar um colapso, com a suspensão do regime de recuperação fiscal e ameaça ao pagamento de dezembro dos salários dos servidores do estado:— Eu faço um apelo aos deputados para que, neste momento, nós mantenhamos o veto, não que isto signifique a venda da cedae. Ela não será vendida. É um compromisso meu que eu assumo, que já assumi na campanha. O veto é apenas para evitar um colapso do Rio de Janeiro agora em dezembro. Se houver a finalização da recuperação fiscal, os salários podem sequer sererm pagos e os servidores do estado podem passar por um momento de muita dificuldade — afirmou Wilson Witzel.Segundo ele, não é factível vender uma empresa que está dando lucro e que pode gerar receita para pagar os empréstimos que foram feitos. Portanto, irá propor uma interpretação adequada do artigo 2 da lei:— Eu peço um voto de confiança em mim, porque nós vamos propor a interpretação adequada deste artigo 2. Vouu pedir isto ao tesouro e ao presidente Temer, que interpretem desta forma como estou falando, a Cedae só poderia ser vendida se fosse deficitária. Então, com isto, a recuperação fiscal não precisa de forma alguma ser encerrada e nós não colocaremos em risco nenhum colapso no pagamento dos servidores — defendeu o governador eleito.Ao comentar a prisão do governador Luiz Fernando Pezão, Witzel disse que confia na Justiça.
Leia a notícia completa em O Globo Witzel pede a deputados que mantenham veto a projeto que proíbe venda da Cedae

O que você pensa sobre isso?