Topógrafo mede bueiro em frente ao QG do Exército e acaba encontrando granadas


Arsenal estava guardado em saco plástico e foi detonado. Polícia investiga procedência dos explosivos. Granadas achadas em bueiro
Reprodução/TV Globo
Um topógrafo de Brasília encontrou, sem querer, três granadas dentro de um bueiro no Setor Militar Urbano durante trabalhos de medição, na tarde de quarta-feira (22). Era mais um dia de expediente, quando o jovem de 25 anos viveu momentos de aventura: sem saber o que era, ele acabou mexendo no arsenal.
Na ocasião, ele estava em um bueiro que tem de três a quatro metros de profundidade, na frente do Quartel General do Exército. Os explosivos estavam em uma sacola plástica de supermercado. Quando percebeu que eram granadas, ligou para o 190.
“Fiquei olhando a sacola, fiquei pisando. Aí depois que fui ver quando ela estava aberta, que eu já vi o primeiro pino e vi que era uma granada”, afirmou Jefferson Lopes, que trabalha medindo bueiros.
“Eu não fiquei com medo, não. Só peguei mesmo, subi e pronto. Assustei, não.”
Granadas encontradas por topógrafo de Brasília
Reprodução/TV Globo
Cerca de 20 profissionais trabalharam na operação, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Civil e da Polícia Militar. O trânsito na região foi interrompido para que as três granadas fossem detonadas.
Bronca da mãe
Quando a mãe soube, Jefferson já levou bronca. “Ela disse: ‘Ah, você é doido! Mexendo com essas coisas’… Coisa de mãe.”
Bueiro onde foram encontradas granadas
Reprodução/TV Globo
Um dos policiais do Bope diz que, de fato, foi arriscado ele ter retirado a sacola com as granadas. “Ao movimentar, por ele não ter experiência, ele poderia sem querer acionar a granada. Ele acionando a granada, corria o risco iminente de morte, uma amputação, perder a mão”, declarou o sargento Dyan Calista, chefe do esquadrão antibombas.
A Polícia Civil vai investigar a procedência dos explosivos, com base na numeração. O que se sabe é que os artefatos são antigos, mas ainda apresentavam perigo. A orientação em casos assim é não tocar no objeto e acionar o 190.
Jefferson Lopes, topógrafo
Reprodução/TV Globo
Veja mais notícias sobre a região no G1 DF.
Leia a notícia completa em G1 Topógrafo mede bueiro em frente ao QG do Exército e acaba encontrando granadas

O que você pensa sobre isso?