Tereza Cristina diz que é difícil Funai ir para Agricultura e que área pode continuar com Moro


BRASÍLIA — A futura ministra da Agricultura, deputada Tereza Cristina (DEM-MS), afirmou que é difícil que a Fundação Nacional do Índio (Funai) fique na sua pasta. Ela afirmou que a tendência é que a área continue na pasta da Justiça, que será comandada pelo ex-juiz Sérgio Moro.— Ir para Agricultura é difícil. Acho que vai continuar igual (na Justiça), mas não está decidido — afirmou a futura ministra ao deixar o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede do gabinete de transição. Funai – 06/12O tema foi debatido nesta quinta-feira em uma reunião do presidente eleito Jair Bolsonaro com os ministros indicados. Não houve, porém, decisão ainda sobre qual pasta ficará responsável pela área.A Funai está no Ministério da Justiça, mas como o foco da pasta será o combate à corrupção e ao crime organizada, o desejo era retirar essa atribuição. A ideia inicial, tornada pública pelo futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, era levar a fundação para a pasta da Agricultura. Discretamente, Tereza Cristina pediu que a área não fosse direcionada para sua pasta. Bolsonaro, então, defendeu que a “área social” do governo, mais especificamente o ministério da Cidadania, ficasse com a Funai. O futuro ministro dessa pasta, Osmar Terra, porém, argumentou que seu ministério também tem muitas atribuições e sugeriu a pasta de Direitos Humanos como destino para a Funai. Moro, por sua vez, admitiu que a área pode continuar na sua pasta, o que foi confirmado depois pelo presidente eleito. Diante do jogo de empurra, entidades indígenas fizeram uma manifestação em frente ao CCBB nesta quinta-feira defendendo que a área continue na Justiça. Dois representantes conseguiram entrar no prédio para serem recebidos por integrantes do futuro governo e debater o tema.
Leia a notícia completa em O Globo Tereza Cristina diz que é difícil Funai ir para Agricultura e que área pode continuar com Moro

O que você pensa sobre isso?