Tênis ganham versões de luxo e viram o acessório do momento

Quanto vale um par de tênis? Para a indústria da moda, muito. O calçado com solado de borracha, que surgiu no século XIX e passou a redefinir o jeito de as pessoas se movimentarem, ganha mais um capítulo em sua surpreendente trajetória esportiva. Modelos de luxo, criados pelas grifes mais influentes do planeta, roubam a cena e se transformam nos novos objetos de desejo da moda. No lugar das it-bags, entram em campo os it-sneakers. Prova dessa relevância pode ser comprovada em números bilionários. De acordo com o site “The Business of Fashion”, as vendas globais de tênis subiram 10%, atingindo 3,5 bilhões de euros em 2017, ultrapassando as bolsas, cujas vendas aumentaram 7%. O fenômeno, que ganhou até um termo, “snakerisation”, é mesmo abrangente. A tendência foi aderida pelas principais marcas de luxo do planeta fashion. O percurso é arrebatador: os modelos saem de passarelas de prestígio para, em seguida, aparecer nos pés de influenciadores explosivos; na sequência, voltam para onde tudo começou: as ruas, ganhando mil adaptações nos looks de streetstyle. Para atingir o consumidor, não se poupa criatividade. E o que não faltam são referências para ativar o gatilho do consumo. A Balenciaga lançou o Speed Racer, união de uma meia com solado de borracha, e resgatou o formato dos tênis dos anos 1990 ao emplacar os “daddy shoes”, que viraram uma verdadeira febre. O modelo batizado Triple X, criado pelo diretor-criativo da marca, Demna Gvasalia, tem três camadas de sola e acabamento que dá impressão de que o tênis já foi usado. Outra marca que aposta no visual “sujinho” é a italiana Golden Goose Deluxe Brand. As laterais garantem efeito detonado e contrastam com o couro prateado, que faz o modelo da vez brilhar ainda mais. Nos sneakers da americana Opening Ceremony, é o glitter em tons vibrantes que reluz. Já as versões das grifes Gucci, Emilio Pucci, Valentino, Louis Vuitton e Dolce & Gabbana exibem frases, cores, símbolos e pedrarias para se destacar no universo atlético. A Dior também pisa forte: já usou símbolos clássicos da maison, assim como a logomania. Para o presidente da MCF consultoria, Carlos Ferreirinha, a ascensão dos tênis no mercado de luxo simboliza uma mudança de paradigma.— Antes, os sneakers apareciam em forma de pílulas nas coleções. Hoje, fazem parte da construção estratégica das grifes de luxo, que estão precisando se ressignificar. De acordo com o consultor, a escolha do tênis não é aleatória: o calçado reúne valores que passaram a ser essenciais ao mundo e à moda, como sustentabilidade, inclusão e feedback social. E é essa nova linguagem que reverbera nas ruas e nas redes sociais. — Tudo isso é fruto do espírito millennial, que, vale ressaltar, não tem a ver apenas com idade. Estamos todos mais informais, trabalhando em coworkings, derrubando paredes. O estilo casual predomina. É impossível as marcas de luxo expandirem e conquistarem os consumidores jovens sem dialogar com os novos tempos — afirma Ferreirinha.Apesar de os tênis terem a democracia em seu DNA, um modelo de luxo custa cerca de R$ 4 mil, evidenciando que a intenção das grifes é se atualizar sem perder a exclusividade.— Estão ocupando o lugar que já foi das bolsas. O consumidor acaba pagando mais por acessórios do que por roupas — acredita Dione Occhipinti, professora do Instituto Marangoni de Paris. E marcas esportivas tradicionais, como Nike, Puma e Adidas, de que maneira vão se situar nesse novo cenário? De acordo com Daniela Penteado, especialista do portal de tendências elas deverão cruzar outras fronteiras. — Em um mercado saturado, as empresas especializadas em esporte vão ter que alcançar países emergentes da Ásia e do Oriente Médio.No Brasil, grifes como a Fiever suprem o desejo de consumidores ávidos por estilo nos pés. Recém-lançado pela marca, o sneaker pesadão vem a calhar e vai muito além da academia.— O novo styling enfatiza o efeito hi-lo, criado pela combinação de roupas minimalistas com tênis grandes — resume Daniela Penteado.Agora é o tênis quem faz a festa.
Leia a notícia completa em O Globo Tênis ganham versões de luxo e viram o acessório do momento

O que você pensa sobre isso?