Suspeitos de emboscar e matar menor durante festa de réveillon vão a júri popular


 Adolescente de 16 anos foi morto com pelo menos 12 facadas. Suspeitos foram presos no dia do crime, em Ponte Alta do Bom Jesus, sudeste do estado. Três são presos suspeitos de matar adolescente
Polícia Civil/Divulgação
Os três suspeitos de matar o adolescente Adriano Vicente da Silva, de 16 anos, serão julgados em júri popular. O crime aconteceu no dia 31 de dezembro de 2017 em um balneário de Ponte Alta do Bom Jesus, na região sudeste do Tocantins. Edvanio Pereira dos Santos, Edson Pereira e Jussivano Almeida da Silva foram presos no mesmo dia e respondem pelo crime.
A vítima foi morta a facadas durante uma festa em um balneário da cidade. Conforme as investigações, Santos confessou ter atraído a vítima para o fundo da festa, enquanto os outros dois teriam esfaqueado a vítima. O adolescente foi morto com pelo menos 12 facadas.
A decisão de levar os três suspeitos ao júri popular foi do juiz Iluipitrando Soraes Neto, da Vara Criminal e Execução Penal de Taguatinga. A sentença foi publicada nesta terça-feira (17).
O juiz também manteve a prisão preventiva dos suspeitos porque existem fortes indícios que os réus teriam criado uma emboscada a vítima, sem dar direito de defesa à vítima. O caso ainda não tem data para ser julgado.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Leia a notícia completa em G1 Suspeitos de emboscar e matar menor durante festa de réveillon vão a júri popular

O que você pensa sobre isso?