Suspeito de furtar fios elétricos de escolas no AP teria causado prejuízo de R$ 6 mil


Ruy França Sodré, de 42 Anos, foi preso pela Polícia Militar, na madrugada desta segunda-feira (7), em mais uma tentativa da prática criminosa. Ele era foragido do Iapen. Ruy França Sodré, vulgo ‘Cobre’, teria causado mais de R$ 6 mil de prejuízo aos cofres públicos
Polícia Militar/Divulgação
A Polícia Militar (PM) prendeu, na madrugada desta segunda-feira (7), Ruy França Sodré, vulgo “Cobre”, de 42 anos, suspeito de invadir várias escolas públicas em Macapá e furtar fios elétricos. Ele teria causado um prejuízo de mais de R$ 6 mil aos cofres públicos.
Segundo o tenente Marcelo Moraes, responsável pelo policiamento escolar, Cobre teria sido pego em mais uma tentativa de furto dentro do ginásio Paulo Conrado, no Centro. Ele destaca que o mesmo era foragido do Instituto de Administração Penitenciário do Amapá (Iapen).
“Ele [o suspeito] e outro comparsa teriam feito o raspa nas escolas, causando de prejuízo de mais de R$ 6 mil. Já era foragido pelos crimes de furto e roubo e foi preso. Ele chegou a dar o nome errado a equipe, mas quando foi levado ao Iapen, foi reconhecido”, disse o militar.
Fios elétricos eram os alvos das invasões em escolas de Macapá
Polícia Militar/Divulgação
Entre as escolas invadidas está a Barão do Rio Branco, que teve que suspender as aulas no dia 23 de abril devido o furto. Outra instituição foi a Escola Estadual Augusto dos Anjos, que foi alvo do crime durante um serviço de manutenção também no mês passado.
De acordo com a PM, Cobre vendia a fiação elétrica no bairro Perpétuo Socorro, principalmente na região conhecida como “Igarapé das Mulheres”, área portuária. A corporação faz um apelo para que as pessoas não comprem produtos de procedência duvidosa e acionem o 190 nesses casos.
Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
Leia a notícia completa em G1 Suspeito de furtar fios elétricos de escolas no AP teria causado prejuízo de R$ 6 mil

O que você pensa sobre isso?