'Se Cabral foi condenado a 100 anos, destino de Pezão deverá ser o mesmo', diz Flávio Bolsonaro


RIO – O deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) comentou a prisão do governador Luiz Fernando Pezão (MDB) nesta quinta-feira. Ao GLOBO, o filho do futuro presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que, “se Sérgio Cabral foi condenado a mais de 100 anos de prisão, tudo indica que o destino de Pezão será o mesmo”. Segundo o parlamentar, já havia um consenso na Assembleia Legislativa de que o governador seria preso, mas não se esperava que a prisão ocorresse antes do término do mandato: links pezão preso 29/11- A prisão do Pezão, em si, não foi uma surpresa. Havia um consenso nos bastidores de que isso iria acontecer. Mas ninguém esperava que a prisão fosse acontecer ainda dentro do mandato. Se Sérgio Cabral foi condenado a mais de 100 anos de prisão, tudo indica que o destino de Pezão será o mesmo. Houve uma continuidade das práticas que eram implementadas pelo Cabral – disse Flávio Bolsonaro. Em 2016, o deputado, que é presidente do PSL no estado, pediu o impeachment de Pezão no plenário da Alerj.- O Parlamento está omisso. Temos CPIs protocoladas importantíssimas para dar uma resposta à população. A CPI dos incentivos fiscais, o que aconteceu com esse dinheiro? E defendo aqui também que possamos criar uma comissão para analisar a questão do impeachent do governador. Não tem clima – discursou Flávio Bolsonaro na tribuna da Alerj, em 2016.
Leia a notícia completa em O Globo ‘Se Cabral foi condenado a 100 anos, destino de Pezão deverá ser o mesmo’, diz Flávio Bolsonaro

O que você pensa sobre isso?