Rock in Rio 2017: O que esperar dos shows do Palco Sunset no dia 22

RIO — No quinto dia do Rock in Rio 2017, com Bon Jovi como atração principal, o palco Sunset receberá alguns destaques da música brasileira contemporânea. O primeiro a se apresentar será Sinara — banda composta por alguns dos jovens representantes da família Gil — e Mateus Aleluia. Depois, será a vez do Baiana System quebrar tudo ao lado da cantora angolana Titica, às 16h30m. No fim da tarde, às 18h, o Grande Encontro agita o palco Sunset. Por fim, Ney Matogrosso se reúne com os caras do Nação Zumbi, às 20h.

A primeira apresentação do dia, acontece Às 15h05min, poucas horas depois dos portões da Cidade do Rock abrirem. Quem comandará a festa será a banda Sinara — só para ter uma noção, o grupo é formado pelo filho de Gilberto Gil, José (que também é afilhado de Caetano Veloso) na bateria, os sobrinhos Francisco (filho de Preta Gil) e João (filho de Nara Gil) nas guitarras, compositor e vocalista Luthuli Ayodele e o pernambucano Magno Brito no baixo.

O grupo convida Mateus Aleluia — único remanescente dos Tincoãs, que “influenciou muito o Sinara”, ressalta Zé Ricardo, curador do Sunset. Eles irão tocar canções do repertório próprio, além de dividir com Mateus sucessos de sua carreira.

— Esse show já tem um fator emocional muito importante. Afinal, é a junção de duas gerações — destaca o curador.

Sinara – Floresta

Às 18h, a música nordestina dá o tom do Sunset com o Grande Encontro, que une Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo, e a participação especial da banda de pífanos Zé do Estado — que influenciou Gilberto Gil e Jorge Mautner, como observa Zé Ricardo.

— Todos os nordestinos beberam na fonte das bandas de pífano — diz o curador, explicando que, além da banda do Zé do Estado, a reunião ainda terá a colaboração do grupo Grial de Dança, que irá apresentar um Balé aéreo durante o show.

Alceu Valença, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo – Me Dá Um Beijo

Antes do show desta sexta-feira, o Baiana System e a cantora trans Titica — considerada uma das maiores da Angola — deram um gostinho de como será esse encontro inédito no festival em que ambos são estreantes. Nesta segunda, saiu o single e o clipe de “Capim Guiné”, música que conta ainda com rápida participação da diva baiana Margareth Menezes.

— A química rola melhor quando eles se encontram antes de subir ao palco. Podem esperar por muito kuduro e ritmos africanos. E, claro, o tradicional show pancada do Baiana System — explica Zé Ricardo.

BaianaSystem e Titica – Capim Guiné feat. Margareth Menezes

Outro encontro que já rolou fora do palco Sunset, antes do show marcado para às 20h, foi o do cantor Ney Matogrosso e com a nação Nação Zumbi.

— Esse show foi fechado no backstage do Sunset em 2015. Tem grandes momentos como “Amor” e “Assim assado”, do Secos e Molhados. Também rolam músicas da Nação na voz de Ney, que sobe sem banda ao palco. Quem substitui é a própria Nação — conta o curador.

Antes do show, os artistas estiveram no Fantástico para apresentar um pouco do que acontece na Cidade do Rock nesta sexta-feira. No programa, Ney já entregou: ele gosta da faixa “Um sonho”, do mais recente álbum da Nação Zumbi (2014).

Ney Matogrosso e Nação Zumbi: Amor (Secos & Molhados)

Fonte: O Globo Rock in Rio 2017: O que esperar dos shows do Palco Sunset no dia 22

O que você pensa sobre isso?