Premiado pela Academia Brasileira de Cinema, documentário 'Brincante' é exibido em Presidente Prudente

Filme relata a trajetória do multiartista Antonio Nóbrega e levou prêmio em 2015. Sessão gratuita começa às 19h30, no Sesc Thermas. Documentário Brincante será exibido nesta terça-feira (29), em Presidente Prudente
Sesc/Divulgação
Nesta terça-feira (29), o Sesc Thermas de Presidente Prudente exibe o documentário Brincante, a partir das 19h30. A atração, que encerra o especial Dançando no Cinema, tem entrada gratuita.
O filme relata a trajetória artística de um dos grandes nomes da cultura popular brasileira: o multiartista Antonio Nóbrega. Conduzido pelos personagens João Sidurino e Rosalina – das peças “Brincante” e “Segundas Histórias”, o filme faz uma verdadeira viagem musical pela obra de Antonio.
Os atores são o próprio Nóbrega e sua mulher, a atriz e dançarina Rosane Almeida, além de músicos e dançarinos do Instituto Brincante.
Por meio de linguagens artísticas, como o teatro, a música e a dança, o misto de ficção e documentário vai aos poucos tecendo parte da trajetória artística do pernambucano. Em 2015, a produção levou o prêmio de melhor filme pela Academia Brasileira de Cinema, na categoria documentário.
Após a sessão, integrantes da Cia. Mudança, de Presidente Prudente, tomam o espaço do bosque e se juntam ao público para fazer a coreografia da última cena, sob o ritmo do filme.
Documentário Brincante será exibido nesta terça-feira (29), em Presidente Prudente
Sesc/Divulgação
Mais sobre Antonio Nóbrega
Antonio Nóbrega nasceu em Recife, Pernambuco, em 1952. Sua iniciação artística se deu através do violino, instrumento que sempre o acompanha em suas diversas atividades artísticas. Entre 1968 e 1970, já participava da Orquestra de Câmara da Paraíba e da Orquestra Sinfônica de Recife. Em 1971, foi convidado por Ariano Suassuna para integrar o Quinteto Armorial, grupo percursor na criação de uma música de câmara brasileira de raízes populares.
Fruto do seu envolvimento com o universo da cultura popular brasileira, a partir de 1976, começou a desenvolver um estilo próprio de criação em artes cênicas e música. A lista dos seus espetáculos é longa, dentre eles estão “A Bandeira do Divino”, “A Arte da Cantoria”, “O Maracatu Misterioso”, “O Reino do Meio-Dia”, “Figural”, “Brincante”, entre outros.
Tem se apresentado por inúmeros países, entre eles Portugal, Alemanha, Estados Unidos, Cuba, Rússia e França. Nóbrega também é detentor de inúmeros prêmios.
Com sua mulher, Rosane Almeida, idealizou e dirige, em São Paulo, o Instituto Brincante, local de cursos, apresentações, oficinas, mostras e encontros onde o casal procura apresentar, dinamizar e difundir aspectos da cultura brasileira pouco ou não conhecidos.
Leia a notícia completa em G1 Premiado pela Academia Brasileira de Cinema, documentário ‘Brincante’ é exibido em Presidente Prudente

O que você pensa sobre isso?