Operador de Cabral vai deixar presídio na próxima semana


RIO – O economista Carlos Miranda, amigo e operador do ex-governador Sérgio Cabral (MDB), vai deixar a Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na sexta-feira, dia 16 de novembro. Delator, Miranda ajudou o Ministério Público Federal (MPF) a avançar nas investigações sobre o esquema de corrupção no estado, inclusive com a prisão ontem de mais sete deputados estaduais na Operação Furna da Onça.

Os advogados de Miranda, Daniel Raizman e Fernanda Freixinho, afirmaram que o delator tem cumprido as obrigações decorrentes do acordo feito com o MPF, homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e que passará a cumprir pena em regime domiciliar fechado.

“Nesse período continuará à disposição da justiça para prestar esclarecimentos sobre todos os anexos constantes de sua colaboração”, afirmam os advogados.

Pelo acordo, Miranda vai pagar R$ 4 milhões em multa, além de abrir mão de sua fazenda, veículos e o valores provenientes do exterior. Segundo a defesa, ele “pretende recomeçar sua vida tão logo seja possível”.


Leia a notícia completa em O Globo Operador de Cabral vai deixar presídio na próxima semana

O que você pensa sobre isso?