Operação apreende 20 baterias furtadas de empresas de telefonia em campeonato de som automotivo em Rio Branco


Polícia conduziu 12 proprietários dos veículos para a Defla. Ação ocorreu neste domingo (6) no estacionamento do Estádio Arena da Floresta. Baterias estavam em veículos que participavam de campeonato de som automotivo
Divulgação/2ºBPM-AC
Cerca de 12 pessoas foram detidas na noite deste domingo (6) pelo crime de receptação. Com os suspeitos, a polícia apreendeu 20 baterias estacionárias que seriam furtadas de empresas de telefonia. A ação ocorreu em um campeonato de som automotivo no estacionamento do Estádio Arena da Floresta, em Rio Branco.
Ainda segundo a polícia, essas baterias em gel são alvo de criminosos por possuir uma tecnologia que não descarrega. Elas seriam roubadas ou furtadas das torres das operadoras de telefonia, internet e TV.
O grupo foi levado para a Delegacia de Flagrantes (Defla). Ao G1, nesta segunda-feira (7), o delegado que recebeu o caso, Frederico Tostes, falou que os suspeitos foram autuados por receptação culposa e liberados em seguida. Em depoimento, alguns disseram que adquiriram as baterias na internet, outros que compraram de amigos.
“Todos disseram que compraram de boa fé alegando que a gente não tinha como pedir nota fiscal uma vez que eram baterias usadas. Compraram das pessoas, não pediram nota fiscal e não imaginavam que eram furtadas. Representantes da [operadora] Vivo, Oi, Claro disseram que passaram um aparelho e constataram que as baterias eram deles”, afirmou o delegado.
Campeonato de som automotivo ocorreu neste domingo (6) no Estacionamento da Arena da Floresta
Divulgação/2ºBPM-AC
A Polícia Militar do Acre (PM-AC) disse que recebeu as denúncias sobre os furtos de um levantamento feito pelo comando da PM. Ainda segundo as investigações, as empresas são constantemente alvos de bandidos. Cada bateria, segundo a polícia, custa em torno de R$ 1,8 mil.
“Nos reunimos com os técnicos das operadoras e começamos a fazer um levantamento inicial lá no local verificando alguns veículos que supostamente teriam essa bateria e, posteriormente, fomos fazer as abordagens. Eles [técnicos] têm o equipamento que faz a leitura das baterias e identifica a origem”, explicou o major Evandro Bezerra, do 2º Batalhão da PM-AC.
Leia a notícia completa em G1 Operação apreende 20 baterias furtadas de empresas de telefonia em campeonato de som automotivo em Rio Branco

O que você pensa sobre isso?