Open Air exibe 22 filmes num telão do tamanho de uma quadra de tênis

Mais do que o filme, a atração principal é o cinema em si. Afinal, não é um cinema qualquer, mas um com uma tela de 325m² (do tamanho de uma quadra de tênis) e ao ar livre. Instalado, pela terceira vez, na Marina da Glória até o dia 3 de junho, o Shell Open Air reúne 22 filmes, nove shows e cinco estandes de comida (veja mais em gastronomia, na página 5). São 1.300 lugares: mil na arquibancada e 300 nas espreguiçadeiras.

— Nada mais oportuno para este momento na cidade. O tema da inclusão e do empoderamento pegou forte a indústria do cinema e
também o festival, que tem esta sexta-feira sua grande noite (já esgotada), com a exibição
de “Pantera Negra”, de Ryan Coogler, que traz o primeiro super-herói negro, e a
apresentação de Pretinho da Serrinha — destaca o produtor Renato Byington,
citando ainda o longa “Extraordinário”, de Stephen Chbosky (dia 31), com a
história de superação de um menino que não interage com outros de sua idade.

471c16c08cea845376b44cea479fb2f17c4f3ddf.jpgA programação inclui sucessos de bilheteria, clássicos e animações — muitas das sessões já estão esgotadas. Para este primeiro final de semana, só há ingressos para a sessão de domingo, de “Clube dos Cinco” (1985), de John Hughes.

— A despeito da montagem sofisticada, somos um evento inclusivo; cinema, show e
pipoca num ambiente agradável por R$ 50 — diz Byington.

Entre os filmes que ainda têm lugar, estão clássicos como “Os embalos de sábado à noite”, “Pulp fiction”, “Cinema Paradiso” e “Thelma & Louise”. Entre os títulos mais recentes, há ingressos para “Dunkirk” e “Extraordinário”. No último final de semana, dia 2, destaque para o cultuado “O grande Lebowski”, dos irmãos Joel e Ethan Coen, que traz Jeff Bridges como um doidão que adora o drinque White Russian. Detalhe: o coquetel será oferecido por um dos quiosques locais.

— “O grande Lebowski” é um filme muito legal porque reflete esta coisa das joias escondidas entre as grandes estrelas do Oscar etc. Não é um blockbuster e nem premiado, muito menos estourado, mas virou um clássico da comédia escrachada. É como um irmão mais velho de comédias como “Se beber não case”.

Esta é a 25ª edição brasileira, sendo a nona carioca e a segunda com patrocínio da Shell.
Os portões abrem duas horas antes da sessão.

SHELL OPEN AIR. Entre 17 de maio e 3 de junho, o evento reúne exibição de filmes numa telona de 325m², entre sucessos de bilheteria, clássicos, infantis, uma pré-estreia nacional e produções indicadas ao Oscar 2018, e atrações musicais. Qui, às 19h30m: show do Quarteto Atlântico (instrumental). Às 21h: “Titanic“, de James Cameron (EUA, 1998).

Marina da Glória: Av. Infante Dom Henrique s/nº, Aterro — 2555-2200. R$ 50. Qui, a partir das 19h30m. Até 3 de junho. Não recomendado para menores de 18 anos.


Leia a notícia completa em O Globo Open Air exibe 22 filmes num telão do tamanho de uma quadra de tênis

O que você pensa sobre isso?