Okamotto diz que Lula cogitou comprar sítio

SÃO PAULO – O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, disse ao juiz Sergio Moro, na tarde desta segunda-feira, que o ex-presidente Lula cogitou comprar o sítio de Atibaia. Ele também contou que foi convidado pela ex-primeira dama Marisa Letícia para participar de uma festa no imóvel.

O depoimento foi prestado por Okamotto como testemunha de defesa na terceira ação penal que o petista responde na Lava-Jato de Curitiba. Lula é acusado de ter se beneficiado de obras de melhoria feitas no imóvel por três empreiteiras: Oderechet, Schahin e OAS. Ao todo, as empresas gastaram R$ 1, 02 milhão.

Okamotto contou que o assunto da compra do sítio pelo petista foi tratado num almoço entre Lula, o empresário Fernando Bittar e seu irmão Kalil Bittar.

— Eu sei que o presidente Lula já há algum tempo achava que tinha que comprar o sítio como presente para Dona Marisa. Ele tinha um pouco de dúvida, mas tinha essa intenção — disse Okamotto. — Também fui a várias festas no sítio convidado por ele (Bittar) e pela Dona Marisa. Fui à festa junina. Também fui outras vezes no sítio quando Lula estava chegando. Algumas vezes queria falar com o presidente. Ele (Lula) dizia que estava indo ao sítio e eu acabava o encontrando lá — concluiu.


Leia a notícia completa em O Globo Okamotto diz que Lula cogitou comprar sítio

O que você pensa sobre isso?