Ministério do Trabalho abre nova investigação sobre braço-direito de Onyx


BRASÍLIA — O ministro do Trabalho, Caio Vieira de Mello, instaurou na quarta-feira um segundo processo administrativo disciplinar (PAD) para apurar supostas condutas irregulares de Pablo Antônio Fernando Tatim dos Santos, um dos principais assessores do grupo de transição. Além de abrir o PAD, o ministro se reuniu na noite de ontem com a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e entregou a ela uma lista de supostas irregularidades atribuídas a Tatim no período em que ele foi servidor comissionado do Trabalho.Tatim já é investigado em um PAD instaurado pelo Ministério do Trabalho em 13 de novembro, por duas supostas condutas irregulares: gastos com passagens e diárias no valor de R$ 49.445,89, equivalentes a viagens feitas entre agosto e dezembro de 2017, após deixar o ministério, e uma “nomeação casada” com a mulher de um desembargador do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Rio Grande do Norte, em que a mulher virou assessora especial do então ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, no mesmo dia em que Tatim virou assessor do desembargador.(Leia a íntegra da reportagem exclusiva para assinantes)
Leia a notícia completa em O Globo Ministério do Trabalho abre nova investigação sobre braço-direito de Onyx

O que você pensa sobre isso?