'Los silencios', de Beatriz Seigner, está na seleção da Quinzena dos Realizadores

silencio.jpgSÃO PAULO – O Brasil está de volta à seleção da Quinzena dos Realizadores, que acontece de 9 a 19 de maio, paralelamente ao Festival de Cannes, representado por “Los silencios”, de Beatriz Seigner, uma coprodução brasileira, francesa e colombiana. O filme mostra a reunião de uma mãe e dois filhos em uma ilha desconhecida onde o pai, dado como morto em conflitos locais, está escondido. O elenco traz Marleyda Soto e Enrique Diaz.

Diretora do premiado “Bollywood Dream – O Sonho Bollywoodiano” (2010), seu primeiro longa totalmente filmado na Índia, Beatriz comemorou nas redes sociais: “Depois de 9 anos de trabalho, 37 editais públicos dos quais ganhamos 10 e perdemos 27, uma gravidez surpresa e filhote lindo nascido no caminho, muitas parcerias para levar pra vida toda, finalmente este filme vai chegar ao mundo, no maior festival de cinema deste planeta, tendo passado por uma seleção de 2 mil filmes dos quais apenas 20 são selecionados”.

A Quinzena dos Realizadores foi fundada em 1969 pela Société des réalisateurs de films, o sindicato dos diretores franceses, após a greve geral e a revolta de maio de 1968. No ano dos confrontos, o Festival de Cannes foi cancelado em solidariedade aos grevistas.

A mostra viaja depois para Marselha, Paris, Genebra, Roma, Milão, Florença e Bruxelas.

Longas

“Amin”, de Philippe Faucon

“Carmen y Lola”, de Arantxa Echevarria

“Climax” de Gaspar Noé

“Cómprame un revólver”, de Julio Hernández Cordón

“Les Confins du monde”, de Guillaume Nicloux

“El motoarrebatador”, de Agustín Toscano

“En Liberté!”, de Pierre Salvadori

“Joueurs”, de Marie Monge

“Leave no trace”, de Debra Granik

“Los silencios”, de Beatriz Seigner

“The Pluto moment”, de Ming Zhang

“Mandy”, de Panos Cosmatos

“Mirai”, de / by Mamoru Hosoda

“Le monde est à toi”, de Romain Gavras

“Pájaros de verano”, de Ciro Guerra & Cristina Gallego (filme de abertura)

“Petra”, de Jaime Rosales

“Samouni Road”, de Stefano Savona

“Teret”, de Ognjen Glavonic

“Troppa grazia”, de Gianni Zanasi (filme de encerramento)

“Weldi”, de Mohamed Ben Attia


Leia a notícia completa em O Globo ‘Los silencios’, de Beatriz Seigner, está na seleção da Quinzena dos Realizadores

O que você pensa sobre isso?