Juiz aceita denúncia e transforma Beto Richa e outros 12 em réus na Rádio Patrulha


O juiz Fernando Fischer aceitou a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Paraná no âmbito da Operação Rádio Patrulha
, que levou o ex-governador Beto Richa (PSDB)
à prisão em setembro. Com isso, Richa e mais 12 pessoas indiciadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do MP-PR agora são réus.
Réus por corrupção passiva e fraude à licitação

Beto Richa, ex-governador
José Richa Filho, irmão de Beto Richa e ex-secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná
Deonilson Roldo, ex-chefe de gabinete do governador
Ezequias Moreira, ex-secretário estadual de Cerimonial
Aldair Wanderlei Petry, ex-diretor-geral da secretária de Infraestrutura e Logística do Paraná
Reús por corrupção ativa e fraude à licitação

Edson Luiz Casagrande, ex-secretário de Assuntos Estratégicos do Paraná
Tulio Bandeira, advogado ligado à empresa Terra Brasil
Réus pelo crime de fraude à licitação

Emerson Savanhago, dono da empresa Terra Brasil
Robinson Savanhago, dono da empresa Terra Brasil
Réu por corrupção passiva

Luiz Abi Antoun, primo do ex-governador Beto Richa
Réus por corrupção ativa

Celso Antônio Frare, empresário
Joel Malucelli, empresário
André Felipe Bandeira, ligado à empresa Terra Brasil

Mais informações em breve.

Let’s block ads! (Why?)
Leia a notícia completa em Gazeta do Povo Juiz aceita denúncia e transforma Beto Richa e outros 12 em réus na Rádio Patrulha

O que você pensa sobre isso?