Gols de Juventus 3 x 0 Barcelona. Veja melhores momentos das quartas da Champions


A Juventus deu um importante, e surpreendente, passo rumo à classificação para a próxima fase da Champions ao vencer o Barcelona por 3 a 0 nesta terça-feira, no estádio da Juve, na Itália, pela partida de ida das quartas-de-final da Liga dos Campeões 2016-17. Na próxima semana, os dois times fazem o jogo de volta no estádio Camp Nou.
Se a missão do Barcelona era difícil ao tomar o placar de 4 a 0 contra o PSG na fase anterior – situação que conseguiu reverter ao aplicar um 6 a 1 no jogo de volta no Camp Nou, agora a tarefa é ainda mais árdua, pois a Juve tem uma tradição maior que o PSG e sabe disputar com experiência a Liga dos Campeões, além de contar com uma defesa muito sólida, liderada por dois italianos: o goleiro experiente Buffon, de 39 anos, e o zagueiro Chiellini.
O zagueiro da seleção italiana foi aliás o autor do terceiro gol da Juve, aos 09 minutos do segundo tempo, ao aproveitar de cabeça um escanteio cobrado na área do Barça. Os outros dois gols foram marcados jovem argentino Dybala. Ele usou sua calibrada canhota para acertar o cantinho e balançar as redes. No primeiro gol, o meia também mostrou habilidade de matador ao receber de costas para o gol, girar e chutar com muita rapidez.
Desde o início da partida, a Juventus entrou muito mais focado e determinado em campo. A Juve marcava o Barcelona no campo de defesa do time espanhol e não dava espaço para a criação do time adversário. Mesmo vencendo por um ou dois gols, a equipe italiana não deixou essa tática de lado e praticamente liquidou com as jogadas de toque de bola do time catalão.
Com a bola chegando pouco ao meio e ao ataque do Barcelona, o trio MSN tinha muita dificuldade em trabalhar a bola. Messi e Neymar receberam marcação especial e sempre havia um jogador na sobra da jogada, o que deixava praticamente dois jogadores marcando cada um deles. Final: 3 a 0 Juventus sobre o Barcelona.
Além de uma aplicação muito determinada da Juve e da inspiração de Dybala, a arbitragem também não ajudou o Barcelona. Suárez foi puxado pela camisa em uma tentativa de finalização, e um chute de Neymar em direção ao gol parou no braço de um zagueiro da Juve, mas a arbitragem nada marcou.
Source: Guia do Boleiro

O que você pensa sobre isso?