Final da Libertadores em Madri terá impacto econômico de 40 milhões de euros


MADRI – Não é apenas pelo aspecto sentimental que Buenos Aires deve se ressentir por não sediar o segundo jogo da final da Libertadores entre Boca Juniors e River Plate. A violência ocorrida antes da decisão, há duas semanas, tirou a possbilidade dos torcedores argentinos de verem a decisão mais badalada da competição. Tirou também os ganhos econômicos que a superfinal traria à cidade. De acordo com cálculo realizado pela Confederação Empresarial de Madri, que receberá a partida no domingo no Santiago Bernabéu, o impacto do evento será de 40 milhões de euros (quase R$ 180 milhões), conforme publicado pelo diário espanhol “Marca”.Pela análise financeira, metade se refere à hospedagem. Muitos argentinos viajaram até a Espanha para assisitirem ao jogo que seria em casa. A contabilidade prevê que 25% dos gastos serão em restaurantes e bares. A confederação considera que 10% estão relacionados a atividades turísticas. O restante vem de patrocinadores, empresas aéreas e publicidade. LIBERTADORES 04/12O jornal espanhol compara a final da Libertadores com outros mega eventos de clubes. Lembra que a final da Liga dos Campeões em Cardiff deixou US$ 50 milhões (R$ 195 milhões) na cidade do País de Gales, em 2017. Em 2016, em Milão, o jogo gerou US$ 25 milhões para a economia italiana. O presidente da entidade, Juan Lázaro, afirmou que cidade agradece o evento:- A audiência global será de 200 milhões de pessoas. Vai mostrar ao mundo o que é Madri. Segundo a Associação Empresarial Hoteleira de Madri, 92% dos leitos da cidade estarão ocupados no fim de semana.
Leia a notícia completa em O Globo Final da Libertadores em Madri terá impacto econômico de 40 milhões de euros

O que você pensa sobre isso?