Filas por combustível acabam em bate-boca em postos de Ribeirão Preto

Na Avenida Capitão Salomão, motoristas se irritaram quando estoque acabou. Na Vila Abranches, confusão aconteceu após posto dar preferência a funcionários públicos e autônomos. As filas por combustível no oitavo dia de paralisação dos caminhoneiros acabaram em tumulto entre motoristas nos postos de Ribeirão Preto (SP) durante esta segunda-feira (28).
As confusões aconteceram nos Campos Elíseos e na Vila Abranches. A Polícia Militar ajudou a conter os envolvidos. Ninguém ficou ferido.
Os motoristas em Ribeirão têm ficado na espera mesmo sem produto à venda nas bombas. Poucos estabelecimentos têm etanol e limitam a venda a R$ 100 por consumidor. A gasolina encontrada tem máximo de R$ 50 de venda.
Em um posto da Avenida Capitão Salomão, nos Campos Elíseos, o tumulto aconteceu depois que motoristas, há horas na fila para abastecer, foram informados que o etanol havia acabado.
Fila de carros para abastecer em posto de Ribeirão Preto (SP)
Reprodução/EPTV
Um deles foi o corretor de imóveis Celso Batista, que havia chegado às 8h para abastecer e soube da falta do combustível ao meio-dia.
“Agora meu carro está parado aqui, nem sei onde que vou achar álcool, você entendeu? Acho que os postos tinham que racionar dez litros por carro, que eu acho, senão vai virar essa briga”, afirmou.
Em um posto da Vila Abranches o que irritou os clientes foi a preferência dada pelo posto, segundo eles, a carros particulares de funcionários públicos e profissionais autônomos como médicos.
“Formou outra fila, só que o pessoal lá agora também não sabe. Está formando outra fila lá e vão ficar à toa também. Eu me sinto triste pela situação que a gente está passando. Não custava nada só ir lá pelo menos informar: gente não adianta ficar aí, estava há mais de duas horas na fila”, afirma.
Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão e Franca
Initial plugin text
Leia a notícia completa em G1 Filas por combustível acabam em bate-boca em postos de Ribeirão Preto

O que você pensa sobre isso?