FH: Bolsonaro cometerá erro se 'tomar partido' na briga entre Estados Unidos e China


SÃO PAULO – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou, na noite desta terça-feira, que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) cometerá um erro na condução da política externa se aderir a qualquer lado na disputa comercial entre Estados Unidos e China. Para FH, a melhor posição para o Brasil é a da neutralidade, adotada nos últimos governos.- O Brasil tem a vantagem de poder jogar com todos. É um erro tomar partido nesse momento – defendeu o tucano, quando se referia à relação tensa existente hoje entre as duas potências mundiais. GUERRA COMERCIAL 0411Na reunião do G20, no último fim de semana, Estados Unidos e China concordaram em uma trégua na guerra comercial e aceitaram trabalhar em um acordo para retirar tarifas de centenas de bilhões de dólares impostos pelos dois países no comércio bilateral.FH fez a declaração durante participação num evento organizado pelo Instituto Renova BR, em São Paulo, para comemorar o resultado obtido pelo grupo na eleição deste ano com a vitória de de 18 parlamentares para a Câmara dos Deputados.Fernando Henrique disse desconhecer o chanceler indicado por Bolsonaro para comandar o Ministério das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e não quis comentar ideias do futuro ministro sobre um novo posicionamento do Brasil no mundo. O ex-presidente destacou que mais importante do que “intenções” são as atitudes.- O novo chanceler, não sei quem ele é. Não o conheço. Vamos ver o que ele vai fazer. Temos que parar de julgar intenções e ver o que vai fazer. A meu ver não deve se afastar daquilo que é essencial: o interesse nosso. Não é o interesse da China, dos Estados Unidos nem da Europa. FH alertou para o que considera ser o mais importante na política externa brasileira a partir do ano que vem.- Temos que ter uma coisa que eles têm (Estados Unidos e China): estratégia. Se não tivermos, quem tiver vai ganhar de nós – concluiu o tucano.No início de novembro, FH e Bolsonaro trocaram farpas numa rede social depois que o ex-presidente criticou declarações do presidente eleito sobre a relação com a China. O tucano disse, na ocasião, que o novo governo poderia prejudicar a imagem do Brasil com os chineses, que são os maiores parceiros comerciais do país.
Leia a notícia completa em O Globo FH: Bolsonaro cometerá erro se ‘tomar partido’ na briga entre Estados Unidos e China

O que você pensa sobre isso?