Ex-militar da Aeronáutica some após avisar que encontraria namorada: 'Angústia'


Jovem saiu da casa da mãe para visitar um irmão, no interior de São Paulo, e em seguida ir até a casa de suposta namorada. Carlos Eduardo, de 24 anos, está desaparecido há 11 dias. Jovem foi militar da Aeronáutica
Arquivo Pessoal
O desaparecimento de um ex-soldado da Aeronáutica completa 11 dias nesta sexta-feira (28). Carlos Eduardo Ribeiro, de 24 anos, não foi mais visto desde que saiu da casa da mãe, em Jacupiranga, no interior de São Paulo, para visitar o irmão no município vizinho, em Registro. Ele também contou aos familiares que, em seguida, iria até a casa da namorada.
O jovem mora há cerca de três meses com a irmã Alessandra Ribeiro, em Guarulhos (SP). Ele viajou para Jacupiranga no sábado (15) para ficar alguns dias ao lado da mãe, que reside no bairro Pindaúba, área rural do município.
Já na segunda-feira (17), Carlos Eduardo saiu de casa por volta das 13h e embarcou em um ônibus rumo ao Centro. O jovem contou aos familiares que iria para Registro visitar o irmão chamado Wagner, porém, nunca chegou até a casa dele.
“Ele disse que iria pra casa do meu irmão e, de lá, iria encontrar uma ‘namorada’ que ninguém conhece. Nós achamos essa menina no Facebook e ela falou que não tinha mais nada com ele, que era só um papo de internet e não se encontraram”, revelou um dos irmãos do jovem, Adriano Ribeiro Ferreira.
Carlos Eduardo tem 24 anos
Arquivo Pessoal
Para Alessandra, Carlos Eduardo não teria motivos para sumir. “Cada dia é uma angústia. Meu irmão não é de balada ou de fazer coisas sem avisar. Ligamos no celular dele, uma pessoa atendia e depois desligava. Só que desde segunda-feira (24) só dá caixa postal. Estamos preocupados. Ninguém brigou ou discutiu com ele”, contou.
O jovem ficaria no Vale do Ribeira apenas por alguns dias, pois na última segunda-feira começaria a trabalhar em um restaurante japonês em São Paulo. “Registrei boletim de ocorrência e estamos pedindo ajuda da polícia. Na rodoviária não tem nenhuma passagem emitida com o nome dele nos últimos dias. Nos hospitais e IML da região também não há ninguém com as características. Estamos preocupados”, acrescentou Ribeiro.
Segundo apurado pelo G1, a polícia já está investigando o caso. Câmeras de monitoramento instaladas no suposto caminho que Carlos Eduardo teria percorrido devem ser analisadas para tentar desvendar o que aconteceu com o jovem. Até a publicação desta reportagem, porém, ainda não havia nenhuma pista sobre o desaparecimento.
Leia a notícia completa em G1 Ex-militar da Aeronáutica some após avisar que encontraria namorada: ‘Angústia’

O que você pensa sobre isso?