Estilistas pernambucanas criam coleção de roupas com sacos de ração

Peças foram apresentadas na Passarela Fenearte, em Olinda. Coleção de roupas produzidas com sacos de ração é apresentada na Fenearte
Penélope Araújo/G1
As estilistas pernambucanas Marta Lima e Catarina de Jah utilizaram um material inusitado para criar uma coleção de roupas – inspiradas pela moda sustentável, elas confeccionaram modelos com sacos de ração. A coleção, que tem quinze ‘looks’, foi apresentada nesta sexta-feira (13) na Passarela Fenearte, evento que reúne estilistas, designers e estudantes de moda durante a Feira Nacional de Negócios do Artesanato, em Olinda.
Catarina de Jah, que também é cantora, fez sua estreia nas passarelas com a coleção, destacando que a sustentabilidade é uma palavra de ordem na moda. “Esse material normalmente é descartado, iria para o lixo. Com esse trabalho, a gente mostra as possibilidades do que pode ser reciclado”, pontuou.
Catarina de Jah e Marta Lima criaram a coleção de roupas em parceria
Penélope Araújo/G1
Como explica Marta Lima, além da preocupação com o meio ambiente, a ideia de construir a coleção surgiu em casa. “Tenho oito gatos e três cachorros, então sempre tem muito saco de ração por lá. Conversei com Catarina, criamos a coleção juntas e eu costurei todas as roupas”, detalhou.
Além dos sacos de ração, as estilistas utilizaram materiais como plástico e tela para confeccionar os quinze modelos apresentados no desfile. Segundo elas, o custo total de produção ficou em torno de R$ 300. “Os sacos nós conseguimos de graça, com o rapaz a quem eu normalmente compro a ração. Foi um custo bem baixo para criar a coleção”, revelou Marta.
Ao todo, são quinze ‘looks’ diferentes, utilizando materiais como sacos, plástico e tela
Penélope Araújo/G1
A Passarela Fenearte, que é realizada pela 12ª vez, reúne produtores locais de moda, entre designers, estilistas e estudantes, apresentando suas coleções. Segundo a coordenadora do espaço, Andréa Tom, a passarela também aproxima a moda do grande público. “Nossa proposta é chamar alguns nomes consagrados e abrir espaços para estudantes e novos talentos, inclusive para o público ter acesso”, avalia a produtora.
A Fenearte segue até este domingo (15), funcionando das 10h às 22h. No fim de semana, os ingressos custam R$ 12 e R$ 6 (meia). Os tíquetes são vendidos na internet, em pontos descentralizados e na bilheteria do evento.
Produções foram apresentadas na Passarela Fenearte, durante a Feira Nacional de Negócios do Artesanato
Penélope Araújo/G1
Leia a notícia completa em G1 Estilistas pernambucanas criam coleção de roupas com sacos de ração

O que você pensa sobre isso?