Estelionatária que vendia vouchers falsos é presa dentro do Rock in Rio

RIO – Uma mulher foi presa em flagrante acusada de estelionato na noite desta quinta-feira no Rock in Rio. Marina Puig, de 30 anos, era procurada desde 2014. Contra ela havia 11 inquéritos abertos somente no Rio de Janeiro. Marina vendia vouchers falsos para retirada da pulseira do festival. Ela também atuava em eventos de outros estados.

Ela foi encontrada com crachás falsificados do Rock in Rio em uma área reservada do evento, que não foi divulgada. Quando foi apreendida, Marina portava uma cartucheira e os crachás. Ela chegou a ter acesso ao Palco Mundo, segundo fontes ouvidas pelo GLOBO. Marina não ofereceu resistência à prisão e, em depoimento, negou todas as acusações, inclusive as de anos anteriores.

– Ela disse que não estava entendendo o que estava acontecendo. Ela está presa em flagrante pelo crime de estelionato. Vivia disso e cometia o crime em outros lugares – disse o delegado responsável pelo caso, Vinícius Domingos.

No celular da mulher, foram encontradas diversas conversas com vítimas em que ela garantia que os ingressos chegariam sem qualquer problema. Em áudios é possível ouvir Marina dizendo para uma das vítimas se tranquilizar sobre as entradas. “Fica tranquila que eu tenho os ingressos”, disse.

Além de Marina, o segurança responsável por encontrá-la dentro do evento também prestou depoimento. Ele trabalha na segurança do Palco Mundo e não quis falar com a imprensa.

Marina será apresentada à audiência de custódia onde será definido se a prisão em flagrante dela será convertida em preventiva. Caso seja, ela será encaminhada ao Complexo de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio.

Fonte: O Globo Estelionatária que vendia vouchers falsos é presa dentro do Rock in Rio

O que você pensa sobre isso?