Dias antes de matar mulher com barra de ferro mendigo foi violento com outras pessoas, relata morador 


Denúncia é de um policial civil que mora perto de onde aconteceu o crime. Ele contou que o morador de rua jogou uma pedra na direção a um pedestre. Suspeito foi preso após atirar barra de ferro em mulher, em Vila Velha
Ari Melo/ TV Gazeta
Um policial civil que mora próximo ao local onde a empresária Simone Venturini Tonani foi atingida por uma barra de ferro arremessada pelo morador de rua Felipe Rodrigues Gonçalves, na Praia da Costa, em Vila Velha, na Grande Vitória, contou que já presenciou outra situação de agressão protagonizada por ele.
“Na segunda-feira da Festa da Penha, que era feriado, em abril, ele passou próximo ao local em que cometeu o crime, pegou pedra e jogou no cidadão que estava caminhando pela manhã. O senhor se esquivou, a pedra não pegou nele, mas ele jogou com violência uma pedra grande”, contou o policial Carlos Alberto do Nascimento.
Amigos e familiares se despedem de empresária morta atingida por barra de ferro, no ES
O caso aconteceu na noite desta sexta-feira (4). Simone havia buscado o filho na escola e passava pela avenida Champagnat quando foi atingida pela barra de ferro arremessada aleatoriamente contra os carros pelo morador de rua. Um vídeo mostra a ação.
Momento em que bombeiros e Samu chegaram para socorrer a vítima em Vila Velha
Luana Estevam
O policial destacou que teve que agir para evitar o pior. “Tive que sacar a minha arma para ele parar de agredir o cidadão, quando ele pulou de um lado para o outro e conseguiu correr em direção ao morro do convento”, disse.
Carlos Alberto pede que os locais que servem como moradia para usuários de droga sejam fechados de forma definitiva.
“Fechar esses locais com blocos e não com madeira, porque, com a madeira, eles retiram para o lado, e acabam morando lá dentro, vira uma casa para eles”, afirmou.
Casa abandonada
O imóvel em que o morador de rua Felipe Rodrigues Gonçalves se escondia era uma casa grande localizada na esquina da avenida Champagnat com a rua Inácio Higino.
Morador de rua que jogou barra de ferro em mulher vivia em casa abandonada em Vila Velha
A secretária de Assistência Social de Vila Velha, Ana Cláudia Simões, disse que só é possível fazer intervenção na casa após autorização judicial, por se tratar de imóvel particular.
“A prefeitura só consegue fazer alguma intervenção através de autorização judicial. O correto seria a notificação desse proprietário, para que ele tome as devidas providências. Não ocorrendo isso, reiteradamente, ele está sendo comunicado e, inclusive, aplicadas as devidas multas”, destacou.
Ana Cláudia disse que a secretaria não pode fazer a internação compulsória do usuário de drogas. “Pela assistência social, nós temos um limite, porque a adesão precisa ser voluntária aos nossos serviços. Se um familiar procurar a Justiça e pedir a internação compulsória do membro da família, ele consegue”, falou.
Leia a notícia completa em G1 Dias antes de matar mulher com barra de ferro mendigo foi violento com outras pessoas, relata morador 

O que você pensa sobre isso?