Desabastecimento faz prefeitura decretar situação de emergência em Atalaia, AL

Segundo o texto do decreto, greve de caminhoneiros fez com que cidade ficasse sem combustível e insumos. Aulas foram suspensas e apenas serviços essenciais estão mantidos. Situação de emergência em Atalaia, AL, começou a valer na sexta-feira (25)
Reprodução
A Prefeitura de Atalaia, município da região Metropolitana de Maceió, decretou situação de emergência por conta do desabastecimento provocado pela greve dos caminhoneiros, que já dura 7 dias no estado.
A informação foi divulgada nesta segunda-feira (28) pela Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).
No decreto, assinado na última sexta (25), a prefeitura afirma que vem enfrentando o desabastecimento de itens indispensáveis à manutenção de serviços públicos essenciais, como alimentação utilizada nos serviços de atenção básica, além de combustível.
Por conta disso, os recursos Municipais foram destinados à Saúde, coleta de lixo e segurança, atividades básicas e essenciais.
Além disso, as aulas na rede Municipal de Ensino e o transporte de universitários foram suspensos desta segunda até quarta (30). O corpo docente e o pessoal do administrativo foram dispensados durante esse período.
A suspensão também vale para as obras que necessitem de máquinas de propriedade da Prefeitura, exceto as emergenciais. A empresa responsável pela coleta e transporte do lixo da cidade também foi autorizada a interromper o serviço por conta da falta de combustível ou no caso do centro de transbordo de lixo atingir sua capacidade máxima.
Serviços de urgência e emergência de Saúde, deslocamento de pacientes para Tratamento Fora do Domicílio (TFD) também estão mantidos enquanto durarem os estoques de combustíveis na cidade.
O decreto determina ainda que os secretários municipais são responsáveis por liberar ou não o uso de veículos oficiais, desde que seja para atender serviços extremamente necessários ou urgentes. Atividades ordinárias e rotineiras da administração pública, que não envolvam o uso de veículos, também foram mantidas.
No caso de eminente perigo público, a prefeitura pode solicitar o uso de veículos particulares. Essas medidas ficam em vigor até que a situação de abastecimento no município seja normalizada.
Veja mais notícias da região no G1 Alagoas
Leia a notícia completa em G1 Desabastecimento faz prefeitura decretar situação de emergência em Atalaia, AL

O que você pensa sobre isso?