Crivella vira réu por improbidade administrativa no caso 'fala com a Márcia'

RIO – A Justiça do Rio aceitou denúncia contra o prefeito do Rio, Marcello Crivella, por improbidade administrativa no caso conhecido como “fala com a Mária”. O GLOBO revelou que Crivella reuniu líderes religiosos no Palácio da Cidade, no início de julho, e prometeu ajuda para furar filas em procedimentos médicos realizados em hospitais públicos. Era só “falar com a Márcia”.A decisão de tornar Crivella réu é do juiz Eduardo Klausner, da 7ª Vara de Fazenda Pública do Rio.”Recebo a petição inicial e determino a citação do réu para apresentar contestação. Intime-se, também, o Município”, escreveu o juiz em seu despacho.A denúncia aceita pelo juiz é do Ministério Público do Rio de Janeiro.Na ação, os promotores afirmaram que Crivella usou o espaço público e extrapolou limite do razoável ” ao fazer a reunião e oferecer vantagens como cirurgias de cataratas e varizes para fiéis.Em nota, a Prefeitura do Rio avalia que a decisão da 7ª Vara de Fazenda Pública configura um rito processual comum, que será respondido no prazo legal.”O prefeito Marcelo Crivella recebeu com tranquilidade a notícia. E tem a convicção de que a Justiça só vai comprovar mais um equívoco jornalístico. Aliás, erro grave, que manipulou a opinião pública e atentou contra a democracia”, disse o prefeito.Leia mais: Os bastidores da reunião secreta na qual Crivella ofereceu benefícios a pastores.Leia também: Com ônibus oficiais, Crivella reúne funcionários da Comlurb para pedir votos para filho.
Leia a notícia completa em O Globo Crivella vira réu por improbidade administrativa no caso ‘fala com a Márcia’

O que você pensa sobre isso?