Cratera que causou duas mortes em acidente volta a preocupar moradores no interior do Acre


Prefeitura promete recuperação da via dentro de 10 dias. Acidente que matou casal foi em 2014 no mesmo local.
Cratera que causou duas mortes em acidente volta a preocupar moradores no interior do Acre
Adelcimar Carvalho/G1
Mais uma vez os moradores do bairro da AABB começaram a temer uma cratera aberta na rua Alfredo Teles, em Cruzeiro do Sul. Em 2013, o mesmo buraco foi responsável pela morte de um casal, que caiu dentro da cratera.
A via foi pavimentada há alguns anos pelo Programa Ruas do Povo, mas, poucos meses depois, em 2013, uma grande cratera se abriu e ficou um longo tempo aberta até provocar a morte do casal.
Após receber manutenção, um novo buraco se abriu e já começa a preocupar os moradores da comunidade. A prefeitura diz já ter conhecimento da situação e promete a recuperação em 10 dias.
O diarista Raimundo Nogueira, de 65 anos, relembrou que a morte foi culpa da administração pública, que demorou para fazer o reparo e teme que a tragédia se repita.
“Foi lerdeza da prefeitura que demorou a arrumar o problema. Já estive na prefeitura, acredito que tem que resolver enquanto o buraco está pequeno, depois que quebrar mais, vai ficar mais difícil consertar. Essa placa está aí desde o ano passado. Está acabando o verão e nada foi feito. No inverno a tendência é quebrar cada vez mais”, alerta.
O também morador e estudante Mardson de Castro, de 23 anos, é outro a pedir a recuperação do local.
“A outra cratera começou pequena como esta. Depois ficou uma vala grande e morreu duas pessoas. Se nada for feito, o buraco vai crescer e tomar toda a via. Eu que passo diariamente de moto por aqui, posso ficar prejudicado e não poder passar. Já teve um caminhão que quase tomba aí”, alega o jovem.
O secretário de Obras, Ilson Enes, disse que o local será recuperado nos próximos dias.
“Estamos nos esforçando para cumprir nosso planejamento de recuperar nossas vias. Já tomamos conhecimento dessa situação, nosso pessoal passou lá e colocou uma placa de sinalização. Já conversamos com o encarregado de obras e acreditamos que dentro de uns 10 dias a situação esteja resolvida”, garante.
Cruzeiro do Sul é cercada por morros e colinas, o que propicia o surgimento de muitos casos de erosões nas vias públicas devido ao volume de águas que escorrem pelos córregos e igarapés que cortam a cidade.
Leia a notícia completa em G1 Cratera que causou duas mortes em acidente volta a preocupar moradores no interior do Acre

O que você pensa sobre isso?