Corregedoria prende PM em flagrante por extorsão ao cobrar dívida e apreende joias


RIO – O policial militar Luiz Felipe da Silva da Cunha, lotado na UPP Barreira do Vasco/Tuiuti, foi preso em flagrante nesta sexta-feira por agentes da Corregedoria da PM ao tentar extorquir um homem que contraiu uma dívida ao comprar um carro. O agente, que é soldado e está na corporação desde 2014, foi contratado pelo vendedor do carro para cobrar o pagamento do comprador, que havia desistido do negócio. Ameaçado, o homem denunciou o caso à Corregedoria.A prisão foi feita num posto de gasolina na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio — local acordado entre o policial e o comprador para pagamento de R$ 10 mil.Com o PM, a Corregedoria apreendeu um carro modelo Mercedes Benz C 250 de cor branca. Dentro do veículo, foram encontradas, escondidas na mala, joias — dois cordões e um anel —, que foram encaminhadas para a perícia.O PM estava acompanhado de outro homem, identificado como Walter Junior Santos da Silva, que também foi preso. Com o homem, os agentes apreenderam uma pistola calibre .380. Ele responderá por porte ilegal de arma de fogo. Os dois foram levados para a Central de Garantias, onde foi elaborado o registro de ocorrência.
Leia a notícia completa em O Globo Corregedoria prende PM em flagrante por extorsão ao cobrar dívida e apreende joias

O que você pensa sobre isso?