Como identificar o mosquito Aedes aegypti e combatê-lo com ações eficazes


Aedes aegypti possui listas brancas e pretas espalhadas pelo corpo, além de possuir hábitos de ataque diurnos. Se comparado ao pernilongo, inseto pode ser facilmente confundido. Aedes aegypti fêmea é a transmissora da febre amarela, dengue, zika e chikungunya no Brasil
Pixabay/Divulgação
Febre amarela, dengue, chikungunya e zika vírus, essas são as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Embora o inseto seja conhecido pelo nome, é difícil identificá-lo quando comparado a um simples pernilongo. No entanto, além de caracteríticas específicas que o difere de qualquer outro mosquito, como as listas brancas e pretas espalhadas pelo corpo, o Aedes possui hábitos que ajudam a identificá-lo. Veja quais são eles.
1. Possui hábitos diurnos, mas podem picar à noite: o ataque do Aedes aegypti costuma ser no período da tarde, especialmente nas primeiras horas da manhã ou fim da tarde, em lugares com temperatura mais quente ou locais abertos. É comum vê-los embaixo da mesa do escritório, por exemplo, onde os pés, pernas e tornozelos tendem a ficar mais expostos.
2. Picada indolor: além de não sentir dor, a pessoa que foi picada não irá apresentar nenhuma marca ou mancha, já que o Aedes aegypti ataca silenciosamente.
3. Possui voo baixo: esse inseto possui voo rasteiro, com no máximo, 1 metro de distância do solo.
4. É maior que o pernilongo: o Aedes aegypti mede, em média, de 5 a 7 milímetros. Bem maior se comparado ao pernilongo, que chega a medir de 3 a 4 milímetros.
5. Pica no verão e inverno: a picada desse mosquito é mais comum no verão. No entanto, os ataques também podem acontecer no inverno.
Como combater o Aedes aegypti
A prevenção contra o Aedes aegypti é de extrema importância, já que a proliferação da espécie coloca em risco a saúde da comunidade. Por isso, várias formas de combate são indicadas nessa luta contra o mosquito da dengue.
Para combater o mosquito da dengue, é importante saber que as fêmeas dessa espécie depositam os ovos em diferentes locais com água parada. São exemplos de criadouros do Aedes aegypti:
Pratinhos de vasos e plantas;
Pneus abandonados;
Calhas sujas;
Caixas d’água abertas;
Piscinas;
Vasos sanitários sem uso;
Bandejas de geladeira;
Ralos;
Garrafas e outros recipientes expostos ao ar livre.
Vasos com plantas merecem atenção redobrada para que não haja acúmulo de água nos pratinhos
Pixabay/Divulgação
Fazer a manutenção e remover os possíveis criadouros do mosquito ainda no inverno são atitudes estratégicas na guerra contra o Aedes aegypti, um passo à frente para quando o verão chegar. Portanto, para combatê-lo, fique atento aos cuidados dentro e fora de casa:
Tampe os tonéis e caixas d’água;
Mantenha as calhas sempre limpas;
Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
Mantenha lixeiras bem tampadas;
Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.
Máxima proteção
Essas atitudes são essenciais na luta contra o Aedes aegypti, mas outros cuidados, como se vacinar contra a febre amarela e se prevenir das picadas dos mosquitos fazendo o uso do repelente, também contribuem para que a proteção esteja em dia!
Para ficar protegido em todos os lugares, fullREPEL é a solução completa! O repelente tem a concentração ideal de icaridina em sua fórmula e oferece até 12 horas de proteção contra todos os mosquitos, inclusive o Aedes aegypti, além de ter fácil aplicação e não deixar a pele oleosa.
Para mais informações, acesse a nossa página. Máxima proteção não custa caro.
Repelente fullREPEL protege por até 12 horas
fullREPEL/Divulgação
Saiba por que o repelente com Icaridina é o mais indicado pela OMS
Saiba tudo sobre a Chikungunya, uma das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti
O que o combate ao Aedes aegypti tem a ver com a febre amarela?
Leia a notícia completa em G1 Como identificar o mosquito Aedes aegypti e combatê-lo com ações eficazes

O que você pensa sobre isso?