Childish Gambino lança clipe encenando ultraviolência com crítica a racismo nos EUA

RIO — O multiartista Donald Glover retornou de forma contundente com seu projeto musical Childish Gambino. “This is America” é o primeiro single lançado pelo americano desde 2016, quando foi nomeado ao Grammy pela música “Awaken, my love”. E o novo clipe mostra que Glover voltou com força total.

Com direção de Hiro Murai, que trabalhou com o artista na série “Atlanta”, o vídeo de “This is America” é rechado de referências, como ao movimento Black Lives Matter e aos protestos de Charlottesville; além de críticas ao racismo e à política de armas dos Estados Unidos.

‘this is america’ Childish

No clipe, Donald Glover aparece cantando e dançando em primeiro plano, enquanto uma série de acontecimentos (alguns protagonizados pelo próprio músico) se desenrolam no galpão onde a produção se passa.

Repleto de ambiguidades e críticas subliminares, o clipe já inicia com Glover dando um tiro na cabeça de um negro encapuzado, que tem seu corpo arrastado como um objeto qualquer, enquanto a arma usada é cuidadosamente recolhida.

Em outro momento o cantor atira com uma metralhadora contra jovens negros de um coral, uma referência ao massacre da Igreja de Charlesville, de 2015, quando 9 pessoas foram assassinadas por um supremacista branco. O clipe retrata em diversos momentos o extermínio de negros nos EUA e a violência policial.

O novo álbum de Childish Gambino ainda não tem previsão de lançamento. Neste mês Donald Glover, estreia ainda nos cinemas com o filme “Han Solo: uma história Star Wars”.


Leia a notícia completa em O Globo Childish Gambino lança clipe encenando ultraviolência com crítica a racismo nos EUA

O que você pensa sobre isso?