Chegada de navio com alimentos em Fernando de Noronha vai atrasar

Embarcação vai realizar uma operação especial O navio Alro vai transportar alimentos para a ilha
Divulgação
A chegada da embarcação de carga Alro, que aporta semanalmente em Fernando Noronha na quinta-feira, vai atrasar. Essa é uma consequência da greve dos caminhoneiros. O navio sairá de Natal e seguirá até o Recife para apanhar alimentos, só em seguida parte para a ilha. A operação especial vai ser executada para garantir o abastecimento de Noronha. 
“Nós vamos carregar 25% dos produtos em Natal e 75% no Recife, onerando muito o custo, mas não poderíamos deixar de atender a necessidade da comunidade. Nós recebemos um pedido também do administrador da ilha, Plínio Pimentel, ele solicitou que a gente garantisse o abastecimento de Fernando de Noronha. Nosso navio deve chegar à ilha sexta-feira (1) à noite ou no sábado (2) pela manhã”, afirmou o empresário José Maria Sultanum, dono de uma embarcação de carga e de um supermercado. 
Sultanum informou ainda que o barco vai transportar 70 toneladas de alimentos, alguns produtos terão reajuste. “Por conta da greve dos caminhoneiros nós compramos produtos como tomate, cebola, cenoura, batata inglesa muitos mais caros. Reduzimos a quantidade desses alimentos, vamos oferecer apenas para atender as necessidades. Os custos extras que tivermos com essa operação especial do navio nós não vamos repassar para o cliente, vamos absorver para atender”, disse o empresário. 
A embarcação de carga Thays IV também vai fazer uma operação especial para chegar à ilha. “A Marinha vai nos ajudar com o transporte dos seis mil litros DE óleo de Suape até nosso navio, o que deve ocorrer nesta segunda-feira (28). Nós também estamos aguardando a chegada de 600 botijões de água mineral para fazer o transporte para Noronha”, revelou o empresário Moacy Luna, dono do navio e também de um supermercado.
O Thays IV deve transportar 45 toneladas de alimentos e a expectativa é chegar a Fernando de Noronha na sexta-feira (1). Por conta dos reajustes, alguns produtos também devem ter aumento no valor. 
Leia a notícia completa em G1 Chegada de navio com alimentos em Fernando de Noronha vai atrasar

O que você pensa sobre isso?