Festival de cultura tradicional paulista começa nesta quarta-feira

O festival Revelando São Paulo, importante evento de cultura tradicional paulista que começa hoje (29), tem como tema a Festa do Divino – comemoração popular de rua – e conta com espaço de exposição fotográfica, rodas de conversa e mostra com vestimentas, gastronomia e música. O evento ocorre no Parque do Trote e no Mart Center, na zona norte de São Paulo, e vai até 3 de dezembro, com programação das 9h às 21h.

Um dos destaques do festival é a culinária, trazendo à capital clássicos da comida caipira, caiçara e tropeira, como a paçoca de carne, o bolo de roda, o bolinho caipira, o requeijão de prato, o buraco quente e a linguiça caipira, com valores entre R$ 5 e R$ 20. Ao todo, são 80 espaços de culinária, 100 estandes de artesanato, 160 grupos de cultura popular tradicional, 12 Ranchos Tropeiros e participação de representantes de 170 cidades.

Outro destaque é o artesanato, feito com matéria-prima de diversas regiões do estado e técnicas transmitidas entre gerações. Os visitantes podem conferir a tradição da cerâmica na produção de panelas, vasos, pratos, copos e objetos de decoração, além dos trançados de bolsas, cestarias, instrumentos musicais, tapetes e chinelos. Há ainda bordados, tricô e crochê que se transformam em bonecas de pano, toalhas, panos de pratos, tapetes e colchas nas mãos das bordadeiras.

A música e as celebrações regionais reunirão artistas de diversas manifestações culturais no palco do festival, com encontros de violeiros, sanfoneiros, congadas e moçambiques, samba rural, catira, orquestras de viola e fanfarras. As culturas tradicionais estão representadas por grupos de Folia de Reis, Dança de São Gonçalo e Dança de Santa Cruz. O Festival de Bonecos de Rua e Cabeções, o Festival da Amizade e o encerramento do evento com o Reisado Sergipano são alguns dos destaques da programação, que está disponível no site da Secretaria de Cultura de SP.


Leia a notícia completa em EBC Festival de cultura tradicional paulista começa nesta quarta-feira

Congonhas faz 81 anos e ganha área de gastronomia

São Paulo - O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo fiscaliza balanças de check in no Aeroporto de Congonhas (Rovena Rosa/Agência Brasil)

O Aeroporto de Congonhas  recebe média diária de 57 mil passageiros e 580 pousos e decolagens em voos exclusivamente domésticosRovena Rosa/Agência Brasil

O segundo aeroporto mais movimentado do país, o Aeroporto de São Paulo-Congonhas, localizado na zona sul da cidade, completa nesta quarta-feira (12) 81 anos. Administrado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o terminal atingiu a média diária de 57 mil passageiros e 580 pousos e decolagens, em voos, exclusivamente, domésticos.

Em comemoração à data, Congonhas passa a oferecer um novo serviço de gastronomia com a inauguração do restaurante Noar- Culinária à Mão em substituição ao que existia no segundo andar do terminal de passageiros. Das 11h às 23h, além de comida brasileira contemporânea, os clientes encontrarão opções de pratos internacionais com serviços à la carte ou buffet. No mesmo espaço, os consumidores terão também um lounge, café e bar.

Espaço multicultural

A Infraero também anunciou que até junho deverá ficar pronto um espaço multicultural denominado Showcase na praça do edifício garagem do aeroporto, área que hoje é subutilizada. A intenção é transformar o local em um centro de eventos, com feiras e shows nacionais e internacionais.

O superintendente da Infraero no Aeroporto de Congonhas, Aparecido Iberê de Oliveira, disse, por meio de nota, que a ideia não é só de dar maior conforto aos passageiros. Para ele, com as melhorias será possível resgatar os visitantes que, no passado, iam a Congonhas em busca de entretenimento. “No passado, Congonhas era ponto de encontro de amigos por ter um dos poucos cafés 24 horas da cidade. Bailes carnavalescos também eram realizados no terminal. Com o projeto do espaço multifuncional, esperamos resgatar esse vínculo com a sociedade de forma geral.”

Showcase

O projeto da Showcase está sendo desenvolvido pela MGM Arquitetura, do setor privado, em uma área que deverá ter 3,5 mil metros quadrados e capacidade para receber em torno de 2,5 mil pessoas sentadas e 5 mil em formato de plateia. Será voltada tanto para passageiros, pessoas em trânsito quanto para a população em geral.

Inaugurado em 12 de abril de 1936, Congonhas teve um crescimento rápido entre 1941 e 1951, quando viu seu movimento de passageiros aumentar vinte vezes e o transporte de carga ter uma expansão de cem vezes. Entre os períodos marcantes de sua história, está o fato de ter alcançado a posição de terceiro maior do mundo, em 1957, ficando atrás apenas dos aeroportos de Londres e Paris.

O terminal tem o maior número de viajantes em conexões na América Latina – no ano passado, com voos diretos para 36 cidades do Brasil, foram 6,5 milhões.

Fonte: EBC