Caravana de migrantes deixa Cidade do México a pé em direção aos EUA


CIDADE DO MÉXICO — A caravana de migrantes centro-americanos decidiu seguir sua viagem da Cidade do México em direção à fronteira com os Estados Unidos. O grupo de cerca de 7 mil pessoas — das quais pelo menos 5 mil estão na capital mexicana — partiu há quase um mês de San Pedro Sula, em Honduras, e já percorreu 1.600 quilômetros a pé e de carona nas estradas. Agora, eles terão que marchar para completar o último terço do caminho, já que não conseguiram ônibus que facilitassem a viagem até os arredores de McAllen, a cidade do Texas por onde espera-se que eles tentem entrar no território americano.

Os migrantes realizaram uma assembleia no estádio onde estão abrigados há quase uma semana para votar qual seria o seu próximo destino. Os participantes, majoritariamente homens, escolheram viajar ao estado de Querétaro, no centro do México, antes de seguir à fronteira. O plano era que eles partissem às 05h do horário local (09h de Brasília) desta sexta-feira. linksmais

A rota também foi discutida na assembleia. Aquela que vai para a fronteira de Tijuana, a 2.800 quilômetros da Cidade do México, no extremo noroeste do país, é a mais longa, mas também a mais segura. Já a que segue pelo estado fronteiriço de Tamaulipas, na fronteira com o Golfo do México, é mais curto, mas também o mais perigoso, devido à presença de cartéis de drogas no território. Em 2010, 72 migrantes foram assassinados neste estado.

— Nós, as mães, que levamos nossos filhos, dizemos a eles que o caminho mais seguro é Tijuana. Há muitos que querem ir para o outro lado porque não têm filhos — disse uma mulher na assembléia.

Ao jornal “El País”, migrantes da caravana relataram que nos últimos dias houve sequestros ou tentativas de sequestros. Algumas pessoas, inclusive, desapareceram, segundo eles contam, no trecho entre as cidades de La Isla e Puebla, próximas da Cidade do México. Uma migrante que não foi identificada relatou que viu dois homens, ao menos um deles armado, num carro preto levarem duas jovens mulheres e três crianças, incluindo um bebê. Ela não voltou a vê-los ou a ter informações sobre seu paradeiro.

Cerca de 200 migrantes protestaram na quinta-feira no escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) na Cidade do México pedindo que fossem fornecidos 150 ônibus para a caravana, mas sua demanda não foi atendida.

Embora tenham percorrido a maior parte do caminho a pé, os migrantes subiram em veículos grandes, sobretudo de carga, em alguns trechos da travessia.Um hondurenho morreu ao cair de um dos automóveis no estado de Chiapas, no Sul do México. E, desde então, a polícia federal mexicana segue o trajeto da caravana para impedir os migrantes de se amontoarem em caminhões. info – caravanas méxico estados unidos

Outras duas caravanas seguem viagem atrás deste grupo, que foi o primeiro a partir de Honduras, com cerca de 2 mil pessoas cada. Os migrantes seguem o caminho apesar das advertências do presidente americano, Donald Trump, de que impedirá a sua passagem pela fronteira. Cerca de 5 mil militares estão sendo enviados à fronteira com o México, incluindo soldados armados. Além disso, ontem, o governo anunciou uma ação que deverá vetar o pedido de asilo para quem atravessar a fronteira sul sem visto de entrada ou permanência.

De acordo com a regra, a ser amparada por uma ordem executiva que deve ser assinada nesta sexta-feira por Trump, determinados imigrantes que ingressarem no país fora dos portões de entrada não poderão pedir asilo. Não foram dados detalhes sobre quem será atingido. Mas acredita-se que o alvo sejam os imigrantes da América Central, incluindo os que estão na caravana.

“Nosso sistema de asilo está sobrecarregado com muitos pedidos injustificados de asilo de estrangeiros que representam um tremendo fardo sobre os nossos recursos, impedindo que sejamos capazes de conceder rapidamente asilo àqueles que realmente merecem”, disse a secretária de Segurança Interna, Kirstjen Nielsen, e o procurador-geral Matthew Whitaker, num comunicado conjunto. Caravana de centro-americanos chega à Cidade do México


Leia a notícia completa em O Globo Caravana de migrantes deixa Cidade do México a pé em direção aos EUA

O que você pensa sobre isso?