Cannes: coprodução brasileira vence o Grande Prêmio da Semana da Crítica

RIO — Dirigido pelo português Gabriel Abrantes e pelo americano Daniel Schmidt, o longa-metragem “Diamantino” foi laureado nesta quarta-feira, em Cannes, pelo Grande Prêmio da Semana da Crítica (Veja a programação completa de do Festival de Cannes 2018).

O filme é uma coprodução brasileira, francesa e portuguesa e, segundo a distribuidora Vitrine Filmes, “trata de maneira bem-humorada assuntos da atualidade, como o culto à celebridade, o crescimento da extrema direita e a crise dos refugiados”.

“É inacreditável, emocionante! Estou extremamente feliz e honrado com o Grande Prêmio da Crítica de Cannes. O reconhecimento é a recompensa ao trabalho árduo, complexo, e à ousadia de um filme que derruba barreiras e paradigmas”, comemorou o produtor Daniel van Hoogstraten.

O filme é centrado em Diamantino (Carloto Cotta), personagem que dá título ao longa, um jogador de futebol português que abandona os campos após protagonizar um fracasso. “Em crise, ele decide fazer uma série de coisas em busca de um novo propósito na vida, entre elas, a adoção de um refugiado. Enquanto embarca nessa odisseia, as irmãs gêmeas do jogador tramam para continuarem lucrando às custas do seu talento nas quatro linhas”.


Leia a notícia completa em O Globo Cannes: coprodução brasileira vence o Grande Prêmio da Semana da Crítica

O que você pensa sobre isso?