Caminhoneiros têm 36 horas para deixar livre tráfego em rodovia do AP

Após ordem da Justiça Federal, Rodovia JK foi desobstruída e trânsito voltou à normalidade. Na Duca Serra, manifestantes negociaram deixar o local até às 12h da quarta-feira (23). Ordem jucial foi entregue aos caminhoneiros e assinada no fim da noite de segunda-feira, 28
Rita Torrinha/G1
As rodovias estaduais do Amapá Duca Serra (AP-020) e JK (AP-010), que ligam os municípios de Macapá e Santana começaram a ser desobstruídas pelos caminhoneiros em greve no fim da noite de segunda-feira (28). A ordem veio da Justiça Federal, que determinou a retirada imediata dos manifestantes das vias.
O tráfego na JK já está liberado. Os caminhoneiros começaram a deixar a via pacificamente, por volta das 22h30. Ficaram apenas os caminhões cujos donos trancaram os veículos e foram para suas casas, informou o Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE).
Na Rodovia JK, caminhoneiros deixaram a via e trânsito já foi liberado nas duas pistas
Rita Torrinha/G1
Na Duca Serra, os líderes do movimento assinaram a ordem judicial também por volta das 22h30, mas negociaram deixar o acostamento da estrada somente após 36h, tempo que se completa ao meio dia da quarta-feira (23). Os caminhoneiros disseram estar decepcionados, mas que vão respeitar o mandado de retirada.
“Foi uma covardia. Nossa manifestação é passiva e nos deram uma decisão com multa. A gente só está reivindicando o direito do brasileiro trabalhar dignamente para sustentar a sua família. Vamos sair porque o juiz determinou, mas não que seja nossa vontade”, falou o caminhoneiro Moisés Diniz Shering.
Após determinação judicial, carretas carregadas com madeira foram as primeiras a serem retiradas da Duca Serra
Rita Torrinha/G1
Após a chegada da força policial, somente os motoristas das carretas carregadas com madeira deixaram a Duca Serra imediatamente. Esses veículos são os que foram interceptados pelo movimento ao tentarem passar pela via, desde o início do ato, há quatro dias.
A ordem judicial foi cumprida pelas polícias Federal, Rodoviária Federal e Militar. O oficial de Justiça que fez a notificação e concorcou dar mais um tempo ao movimento, explicou a razão da decisão.
“Vendo a situação, entramos em acordo. Os veículos não podem mais obstruir a Duca Serra, o trânsito deve fluir normalmente e eles têm 36 horas para deixarem o acostamento. O acordo foi para que houvesse uma coerência tanto do nosso lado, que estamos cumprindo uma ordem judicial, quanto do lado deles, em relação às reivindicações”, esclareceu o oficial de justiça Raimundo Nonato.
Caminhoneiros assinaram o recebimento da ordem judicial pacificamente
Rita Torrinha/G1
A decisão, assinada pelo juiz João Bosco Soares, autorizava a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a fazer a retirada dos caminhões das rodovias, inclusive com uso da força e requisitando o apoio da Polícia Militar (PM) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope), se necessário.
Caso o prazo limite não seja cumprido, os caminhoneiros terão de pagar multa diária de R$ 5 mil e R$ 10 mil para os líderes do movimento. O desbloqueio concedido pelo juiz atendeu a uma ação impetrada pelo morador de um condomínio que fica às margens da Rodovia Duca Serra e que alegou “transtornos e limitação do trânsito”.
Policias federais, rodoviários federais e militares deram apoio para que ordem judicial fosse cumprida
Rita Torrinha/G1
Um dos representantes do grupo, Gesiel Vieira disse que a decisão do oficial foi a mais sensata e respeitou a categoria.
“Uma retirada imediata ia representar a derrota de uma luta que se fortaleceu durante a semana. Não queremos que tudo seja em vão. Até quarta-feira é também o tempo que esperamos que o governo já tenha uma resposta para nos dar”, encerrou o caminhoneiro.
Em reunião com a categoria na tarde de segunda-feira (28), o governo do estado indicou como proposta imediata a redução do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) de 25% cobrados atualmente, para 17%. Objetivo é “contribuir” pelo fim da paralisação de caminhoneiros contra a alta do diesel.
Caminhoneiros vão liberar o acostamento da Duca Serra na quarta-feira, 23
Rita Torrinha/G1
Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
Leia a notícia completa em G1 Caminhoneiros têm 36 horas para deixar livre tráfego em rodovia do AP

O que você pensa sobre isso?