Bombeiros registram 34 focos de incêndio por rodovias de Ji-Paraná, RO

Número corresponde ao primeiro semestre de 2018. No ano passado, Corpo de Bombeiros registrou 168 casos de incêndio na beiras das estradas. Fumaça provocada por queimadas tem colocado em risco visibilidade de motoristas.
Gedeon Miranda/G1
As queimadas às margens das rodovias de Rondônia preocupa cada vez mais os motoristas. Isso porque a fumaça intensa coloca em risco a visibilidade dos condutores, ideal para provocar acidentes.
Nesta semana, os condutores que precisaram trafegar pela BR 364, entre Ji-Paraná, região a pouco mais de 370 quilômetros, e a estância turística de Ouro Preto do Oeste, por exemplo, se depararam com focos de incêndios na beira das estradas.
Para o caminhoneiro Marcio Augusto, que passa pela estrada com frequência, os cuidados precisam ser redobrados nos locais em que as chamas se propagam no período de estiagem.
“Fico muito atento quando passo por estes locais, sempre reduzo a velocidade e em alguns trechos sou obrigado a parar o veiculo para não ocasionar nenhum acidente”, comentou o caminhoneiro.
O motorista Alexandre da Silva contou que já quase sofreu um acidente por causa da fumaça.“É preciso que as pessoas se conscientizem e não pratique este crime, pois pode ceifar vidas”, destacou.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) alerta que os motoristas precisam reduzir a velocidade ao passar por trechos de queimadas e neblina na pista. As multas para quem for pego colocando fogo podem variar de R$ 5 mil a R$ 4 milhões de reais. Podem, ainda, ficar de dois a quatro anos em reclusão.
Problemas respiratórios
Em Ji-Paraná, 11 unidades de saúde estão preparados para atender pessoas com problemas respiratórios em decorrências das queimadas.
Um levantamento divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) mostra que, em julho de 2017, mais de três mil pessoas procuraram as unidades de saúde com problemas respiratórios.
Os dados referentes aos atendimentos realizados em julho de 2018 serão divulgados apenas no final deste ano. De acordo com o Corpo de Bombeiros, já foram registrados 34 focos de incêndios no primeiro semestre de 2018, em comparação ao ano passado, que registrou 168 focos foram no município.
Segundo a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedan), as pessoas que fazem a limpeza de pastagens e terrenos precisam de autorização para queimadas, mas seguindo passo-a-passo as instruções da Sedan.
Veja mais notícias da região no G1 Ji-Paraná e Região Central.
Leia a notícia completa em G1 Bombeiros registram 34 focos de incêndio por rodovias de Ji-Paraná, RO

O que você pensa sobre isso?