Banco de leite humano da Maternidade de Campinas tem estoque baixo e busca doadoras


Maternidade de Campinas está com 120 litros e ideal seriam ao menos 200 litros. Alimento materno é usado para bebês prematuros e de alto risco. Banco de leite da Maternidade de Campinas está com estoque baixo
O Banco de Leite Humano da Maternidade de Campinas (SP) está com estoque de leite abaixo do ideal. Muitas prateleiras das geladeiras estão quase vazias nesta sexta-feira (28). O alimento materno é essencial para bebês prematuros e de alto risco. A unidade de saúde busca mães que amamentem e possam ser doadoras.
Atualmente, o banco conta com 120 litros por mês, quando o ideal seriam ao menos 200 litros. O hospital tem 40 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) neonatal. Um único litro de leite pode alimentar até dez bebês.
“Toda mulher que amamenta seu filho e produz leite a mais pode ser doadora nossa”, afirma a enfermeira e coordenadora da unidade, Olivia Favaro.
Banco de Leite Humano da Maternidade de Campinas está com estoque baixo.
Reprodução/EPTV
Mães que tiverem esse perfil podem ligar para o Banco de Leite no telefone 3306-6039. No atendimento na unidade, elas preenchem uma ficha de cadastro e recebem pedidos de exames indispensáveis para qualificar o leite a ser doado.
São sorologias, como hepatite B, hepatite C e HIV, por exemplo. Esta é a única vez que a mãe precisa ir até a maternidade, pois semanalmente uma equipe do Banco de Leite percorre as residências para buscar as doações.
“A primeira importância é a redução da mortalidade infantil. Entre outras, melhorar a imunidade desse bebê, infecções respiratórias, reduz o risco de doenças”, explica Olivia.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Leia a notícia completa em G1 Banco de leite humano da Maternidade de Campinas tem estoque baixo e busca doadoras

O que você pensa sobre isso?